PUBLICIDADE
Topo

Danilo Lavieri

São Paulo pensa no que fazer com torcida de papelão em Palmeiras x Santos

Danilo Lavieri

Danilo Lavieri começou a carreira em 2008 e trabalha com futebol desde 2010. Já cobriu Copa, Olimpíada, escreveu a biografia do goleiro Marcos (Nunca Fui Santo) e ganhou prêmio de furo do ano da Aceesp em 2019.

Colunista do UOL

17/08/2020 04h00

O São Paulo conversa internamente para evitar que torcedores de papelão estejam nas arquibancadas do Morumbi no próximo dia 23, quando o estádio vai receber a partida entre Palmeiras e Santos.

Uma alternativa estudada é retirar os totens e guardá-los em alguma sala do estádio. Isso demanda um pouco mais de tempo e trabalho dos funcionários, além de um espaço que será ocupado por alguns dias.

Outra possibilidade que exige menos trabalho é apenas ocultar os torcedores de papelão com uma espécie de lona. Essa escolha pode ser esteticamente menos agradável, mas já evitaria a dor de cabeça que o último episódio gerou para a diretoria.

Totens do SPFC - Reprodução/Premiere - Reprodução/Premiere
Totens da torcida do São Paulo assistem ao jogo do Corinthians no Morumbi
Imagem: Reprodução/Premiere

No último dia 30 de julho, quando o Morumbi recebeu a vitória do Corinthians em cima do Red Bull, os totens representando os são-paulinos continuaram na arquibancada, o que gerou uma infinidade de memes e reclamações. Tudo isso um dia depois do vexame de ter sido eliminado pelo Mirassol.

Na ocasião, a justificativa era que os totens continuavam ali por ser uma ação de marketing por todo o tempo enquanto as arquibancadas não podem receber torcedores pela pandemia. Além disso, havia um custo para a operação de retirada.

Sem poder jogar no Allianz Parque por conta de um evento, o Palmeiras escolheu mandar o jogo no Morumbi por falta de opções em outros estádios.