Alicia Klein

Alicia Klein

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Gabigol, Éverton Ribeiro e cia: chegou a hora de o Flamengo virar a página?

Gabigol no Corinthians, Éverton Ribeiro no Inter, no Botafogo ou também no Timão. Filipe Luís aposentado. Rodrigo Caio liberado. Léo Ortiz e De La Cruz quiçá a caminho.

Para além de especulação, a palavra que domina a cobertura das mudanças rubro-negras é reformulação. Natural, claro, depois da chegada de um técnico de ponta, que teve o final deste ano para avaliar a equipe e pensar a versão 2024, a versão Tite.

A repaginação, contudo, pode estar mais relacionada a 2019 do que 2024. Depois de quatro anos tentando reviver o melhor momento da história do clube, a hora de virar a chavinha parece finalmente ter chegado.

Sim, Bruno Henrique renovou até 2026. O genial Arrascaeta também fica. David Luiz bateu as metas e garantiu a renovação automática de seu contrato. Uma parte da espinha dorsal segue.

Mas os principais destaques de 2023 foram Fabrício Bruno, Pulgar, Pedro, Cebolinha. Gente nova na Gávea.

Pedro, aliás, que fez Gabriel Barbosa amargar mais tempo no banco que office boy dos anos 1980.

Não consigo imaginar Éverton Ribeiro, que faria excelente dupla com BH, fora dos planos de Tite. Só que seu contrato se encerra dia 31 e as negociações não estão avançando.

Lá do outro lado da Dutra, Augusto Melo, recém-eleito presidente do Corinthians, atiçou a Fiel com a seguinte declaração: "Não foi cogitado o nome do Gabigol dentro dessa transição [de gestão]. Mas é um grande atleta, interessa a qualquer grande clube. Acho que ele também precisa de novos ares, como os atletas que deixaram o nosso clube. Quem sabe também o Corinthians não seria uma boa para ele".

Errado ele não tá. Mas talvez quem precise de novos ares, mais do que o atacante combalido, seja o próprio Flamengo.

Continua após a publicidade

Já que de dinheiro o clube vai muito bem, obrigado.

Siga Alicia Klein no Instagram e no Twitter

Leia todas as colunas da Alicia aqui

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes