PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Justiça nomeará interventor para conduzir eleições na CBB

Guy Peixoto (esq) e Enyo Correia (dir), rivais na eleição da CBB - Divulgação/FPB
Guy Peixoto (esq) e Enyo Correia (dir), rivais na eleição da CBB Imagem: Divulgação/FPB

Do UOL, em São Paulo

03/03/2021 20h37

O desembargador Cesar Cury, da Décima Primeira Câmara Civel do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou a nomeação de um interventor para a supervisão das eleições da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

A eleição estava marcada para o dia 19 de fevereiro, mas um efeito suspensivo assinado pelo mesmo desembargador, protocolado pela chapa encabeçada por Enyo Correia, presidente da Federação Paulista, barrou a votação a menos de cinco horas do seu início.

"Visando garantir a lisura do pleito eleitoral, determino a nomeação de um interventor, de confiança do juízo quo, que deverá superintender o processo eleitoral", escreveu o desembargador.

A chapa de Enyo Correia foi impugnada a duas semanas da votação, em uma decisão tomada pelo Conselho de Administração, formado majoritariamente pelos aliados do atual presidente Guy Peixoto, que concorre à reeleição.

Segundo o Blog Olhar Olímpico, do UOL, Guy Peixoto era o favorito na eleição. Contestando a decisão do Conselho de Administração que o tirou da disputa da CBB, Enyo entrou na Justiça comum e conseguiu uma decisão favorável que suspendeu o pleito. Em seguida, durante o plantão do judiciário no carnaval, ela foi derrubada.

Sem a presença da chapa de Enyo no pleito, a chapa Transparência, de Guy Peixoto, seria reeleita sem oposição.

Assim que nomeado, o inverventor será responsável pela realização da eleição, determinar em quais circunstâncias ela pode ocorrer ou reiniciar todo o processo eleitoral na Confederação.

Basquete