PUBLICIDADE
Topo

Federação Internacional publica guia para retorno dos torneios de basquete

NBA foi uma das ligas paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus - GARRETT ELLWOOD/AFP
NBA foi uma das ligas paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus Imagem: GARRETT ELLWOOD/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/05/2020 08h42

A Federação Internacional de Basquete (Fiba) publicou hoje um guia de 13 páginas com diretrizes, conselhos e uma ferramenta de avaliação de risco para as federações nacionais conduzirem o retorno das competições da modalidade. Entre as recomendações está o controle de temperatura na entrada das instalações esportivas, testes do tipo PCR para a covid-19 em todos das ligas profissionais e a instrução de banho antes e depois dos treinamentos e jogos.

De uma maneira geral, é indicado que as ligas formem um comitê de supervisão para a retomada, realizem uma avaliação completa dos riscos e de como reduzi-los, elaborem um plano de retomada que inclua amplas consultas, mantenham um vínculo com o governo e as autoridades públicas locais e, por fim, tenham uma estratégia alternativa.

Os torneios foram paralisados em meados de março por causa da pandemia do novo coronavírus.

Para elaborar o documento, chamado "Retorno ao basquete", a Fiba contou com a colaboração da Organização Mundial da Saúde (OMS) e um grupo de especialistas que incluiu membros da NBA, do Comitê Olímpico Internacional (COI) e um imunologista especialista em pesquisa de vacinas da Universidade de Melbourne.

O documento, publicado em inglês, espanhol e francês, é destinado principalmente às federações nacionais que têm buscado orientações sobre o reinício das competições de basquete.

As diretrizes e a ferramenta de avaliação de risco servirão como uma lista de verificação para garantir que as decisões sejam baseadas em uma avaliação de riscos e na melhor chance de uma retomada bem-sucedida.

"Esta publicação não pretende substituir as orientações e restrições de governos e autoridades de saúde pública", explicou a Fiba em nota divulgada hoje.

Além disso, a ferramenta de avaliação de riscos criada pela entidade é um "documento ativo" e será atualizada regularmente.

Basquete