PUBLICIDADE
Topo

Basquete


De "bicho-papão" a pior time, Golden State Warriors vira do avesso em 1 ano

D"Angelo Russell chegou para esta temporada, mas ainda não brilhou pelos Warriors - Streeter Lecka/AFP
D'Angelo Russell chegou para esta temporada, mas ainda não brilhou pelos Warriors Imagem: Streeter Lecka/AFP

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/12/2019 04h00

O Golden State Warriors é um dos protagonistas desta década de NBA. Os três títulos nos últimos cinco anos elevaram o grupo de Stephen Curry, Draymond Green e Klay Thompson ao posto de um dos maiores da história da liga americana de basquete e imediatamente tornou a equipe uma das atrações da tradicional rodada de Natal. No espaço de um ano, porém, a realidade da franquia virou do avesso.

Sem Kevin Durant, que se transferiu para o Brooklyn Nets, e Curry e Thompson, lesionados, o Golden State realiza uma temporada de reconstrução completa. Do principal jogo de Natal contra os Lakers no ano passado, quando figurava como favorito absoluto para o título da liga, agora a franquia da Califórnia duela contra o Houston Rockets para afastar de vez o posto de pior equipe da NBA.

Em 31 partidas na temporada, os Warriors venceram apenas sete. A equipe ocupa a lanterna na disputada Conferência Oeste e soma apenas um triunfo a mais do que a pior campanha da NBA até então. Golden State tem mesmo retrospecto do New York Knicks e supera apenas o Atlanta Hawks, dono de seis triunfos na competição.

Com o resultado vitorioso de segunda-feira contra o Minnesota Timberwolves (113 a 104), os Warriors espantaram a chance de terminar com a pior campanha da história da liga, contando o campeonato com 82 jogos. Somente mais um triunfo basta para o time da Califórnia superar o Philadelphia 76ers de 1973, que venceu sete partidas durante todo o campeonato. Há metade da temporada pela frente para evitar um vexame ainda maior.

A campanha, no entanto, dificilmente sofrerá uma grande alteração. Do pilar campeão, apenas Draymond Green está em quadra neste fim de ano; Steph Curry jogou quatro jogos e se lesionou. Sem o principal astro, o recém-chegado D'Angelo Russell assumiu a condição de cestinha e ultrapassa a casa dos 20 pontos de média por partida. No conjunto, contudo, Golden State sofre.

Curry se machucou no início da temporada, e os Warriors ainda não se encontraram em 2019/2020 - Kyle Terada/USA TODAY Sports
Curry se machucou no início da temporada, e os Warriors ainda não se encontraram em 2019/2020
Imagem: Kyle Terada/USA TODAY Sports

O ataque avassalador que revolucionou a NBA ficou no passado recente, e a equipe tem apenas a 26ª média de pontuação na NBA. São pouco mais do que 104 pontos por jogo, na frente apenas de Charlotte Hornets, Cleveland Cavaliers, Orlando Magic e New York Knicks.

Defensivamente, a equipe cede aproximadamente 114 pontos por partida, o que torna negativo o saldo em 10 pontos. Os Warriors são o terceiro pior time na questão do aproveitamento de arremessos dos adversários, que convertem mais de 55% dos arremessos tentados diante do antigo "bicho papão" da liga e agora dono de uma marcação frágil.

Harden e os Rockets encaram o Golden State na tradicional rodada de Natal da NBA - Troy Taormina-USA TODAY Sports
Harden e os Rockets encaram o Golden State na tradicional rodada de Natal da NBA
Imagem: Troy Taormina-USA TODAY Sports

A campanha extremamente negativa até este Natal tira o brilho de um esperando confronto diante do Houston Rockets, superado nas duas últimas pós-temporadas da Conferência Oeste nos confrontos diante de Curry e companhia. A rivalidade, diante do pífio desempenho californiano, perdeu brilho.

Desta vez, James Harden deve sobrar no duelo direto e, a médio prazo, repetir mais um ano de ida aos playoffs, ao contrário da badalada franquia de São Francisco, que agora trabalha para reconstruir o time com uma possível escolha alta no recrutamento universitário do ano que vem.

O Golden State Warriors que a NBA conheceu agora é passado.

Basquete