PUBLICIDADE
Topo

Ford avalia fechar duas fábricas na Rússia, diz agência de notícias

EcoSport é um dos modelos feitos na fábrica de Tatarstan - Divulgação
EcoSport é um dos modelos feitos na fábrica de Tatarstan
Imagem: Divulgação

Gleb Stolyarov e Olesya Astakhova

Da Reuters

05/03/2019 13h43

Resumo da notícia

  • Marca produziria apenas veículos comerciais leves na Rússia
  • Empresa faz os modelos Focus, Fiesta, Mondeo e EcoSport
  • Capacidade produtiva da Ford por lá é de 360 mil veículos por ano

A Ford está avaliando fechar duas fábricas na Rússia como parte de seu plano global para reestruturar operações em regiões não rentáveis, disseram à Reuters três fontes do setor.

Se os fechamentos se confirmarem, a Ford provavelmente passaria a produzir apenas veículos comerciais leves na Rússia, disseram duas fontes.

Depois de acumular prejuízos no quarto trimestre em todas as regiões fora da América do Norte, a Ford está fazendo cortes na Europa, fechando linhas de veículos na América do Sul e demitindo milhares de trabalhadores na China.

Na Rússia, onde a Ford tem capacidade para produzir 360 mil veículos por ano, a montadora norte-americana pode fechar sua unidade na região de Leningrado, no norte, e uma de suas fábricas na região central do Tatarstan, disseram três fontes do setor.

As fontes disseram que nenhuma decisão final foi tomada.

Os modelos Focus e Mondeo, produzidos na fábrica da região de Leningrado, e os modelos EcoSport e Fiesta, produzidos em Tatarstan, deixariam de ser fabricados na Rússia, e a produção dos modelos Kuga e Explorer também pode ser descontinuada na Rússia, disseram fontes.

Os negócios da Ford na Rússia são operados através de uma joint venture com a montadora russa Sollers. Uma porta-voz da Ford na Rússia disse que há discussões sobre a reorganização do negócio russo como parte da nova estratégia global da Ford.

"A decisão final será tomada no segundo trimestre de 2019", disse a porta-voz. Atualmente, "todas as fábricas estão funcionando normalmente", disse ela, que se recusou a comentar se as plantas na região de Leningrado e em Tatarstan fechariam.

Duas outras fontes --uma autoridade do governo regional e um gerente de outra empresa automobilística russa-- disseram que a Ford estava pensando em fechar a fábrica de Tatarstan.

A Ford anunciou em meados do mês passado que vai sair do negócio de caminhões na América do Sul e fechar neste ano sua fábrica em São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista.