PUBLICIDADE
Topo

Mosca branca: 5 carros raríssimos que tiveram só 1 exemplar vendido em 2021

Ferrari 488 Pista Spider - Divulgação
Ferrari 488 Pista Spider Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/10/2021 14h07

"Mosca branca" é um termo utilizado para designar automóveis muito raros de se ver nas ruas.

A expressão se aplica, por exemplo, a carros de coleção com poucos ou apenas um exemplar existentes, mas vale também para modelos extremamente caros e exclusivos - como superesportivos exóticos.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Também vale para veículos que não são comercializados oficialmente pelas montadoras, trazidos via importação independente.

Existem, ainda, casos nos quais determinada fabricante importa poucas unidades de um automóvel para promover testes e homologação antes do respectivo lançamento.

Há casos nos quais a montadora traz o veículo para sondar o mercado local, mas acaba desistindo de vendê-lo e o carro vai parar no mercado - vendido para algum executivo ou mesmo concessionário.

Selecionamos cinco "moscas brancas" que tiveram apenas um exemplar vendido este ano no Brasil, com base em dados fornecidos a UOL Carros pela consultoria Jato do Brasil. A lista considera os emplacamentos no País no período de janeiro a setembro.

Confira.

Aston Martin DBX

Aston Martin DBX - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O primeiro SUV da Aston Martin é equipado com motor V8 4.0 birtubo da AMG, divisão de alta performance da Mercedes-Benz, e entrega 550 cv de potência. Mede 5,04 m de comprimento e 3 m de distância entre-eixos - portanto, é um veículo espaçoso. A importadora oficial não divulga preços, mas não espere algo abaixo de R$ 2 milhões.

Ford GT

Ford GT - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Este é o carro mais exclusivo da lista, com preço de US$ 500 mil nos Estados Unidos, que correspondem a cerca de R$ 2,8 milhões na conversão direta - o preço no Brasil, portanto, certamente é muito maior. Construído com carroceria de fibra de carbono, o GT é a releitura moderna do superesportivo que venceu a Ferrari nos anos 1960 e traz motor 3.5 V6 turbinado de 656 cv.

Ferrari 488 Pista Spider

Ferrari 488 Pista Spider - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Baseada na 488 Pista cupê, a versão Spider traz capota rígida com acionamento elétrico e o mesmo motor 3.9 V8 biturbo de 720 cv e 78,5 kgfm de torque da opção com capota fixa. De acordo com a fabricante, são necessários meros 2,85 segundos para sair da imobilidade e atingir 100 km/h. Preço é de quase R$ 4 milhões, segundo a Fipe.

Aston Martin Vantage

Aston Martin Vantage - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O cupê da marca britânica traz sob o capô o mesmo motor 4.0 V8 biturbo fornecido pela Mercedes-Benz que equipa o DBX, porém com 510 cv de potência. Segundo a fabricante, o veículo acelera de zero a 100 km/h em apenas 3,6 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 314 km/h. A Aston Martin voltou a ter representação oficial no Brasil e preço é informado sob consulta.

McLaren GT

McLaren GT - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Com preço de aproximadamente R$ 2,9 milhões, segundo a Fipe, o esportivo combina a alta performance do motor V8 biturbo de 628 cv com a comodidade dos bagageiros dianteiro e traseiro que juntos têm 570 litros de capacidade. Graças ao chassi e à carroceria de fibra de carbono, o peso é baixo para um carro do seu porte: são apenas 1.530 kg.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.