PUBLICIDADE
Topo

De casa sobre rodas a hidrogênio: o que Toyota 'esconderá' nesta Olimpíada

Toyota apresentou veículos eletrificados que serão utilizados na Olimpíada de Tóquio a partir desta semana, mas cancelou anúncios publicitários - Divulgação
Toyota apresentou veículos eletrificados que serão utilizados na Olimpíada de Tóquio a partir desta semana, mas cancelou anúncios publicitários Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/07/2021 15h23

Patrocinadora oficial da Olimpíada de Tóquio, a Toyota preparou várias novidades para o evento, com foco na sustentabilidade e na eletrificação veicular.

Contudo, a visibilidade que tecnologias da marca teriam na competição ficará reduzida, após a montadora anunciar que cancelou a veiculação de comerciais associando a marca à olimpíada. Além disso, Akio Toyoda, seu presidente, não irá à cerimônia de abertura, marcada para esta sexta.

A decisão se baseou na rejeição dos japoneses aos jogos olímpicos, por conta da pandemia do coronavírus.

Mesmo com a decisão, a Toyota ficará encarregada do traslado de atletas e dirigentes entre a vila olímpica e os locais de competições, utilizando veículos e tecnologias da marca.

Ainda no Salão de Tóquio, em 2019, a fabricante apresentou cinco veículos que vai utilizar no evento esportivo mundial, todos com propulsão elétrica.

Trata-se de um automóvel subcompacto, um triciclo, um patinete, um carrinho para pessoas com dificuldade de locomoção (como os que já são utilizados em alguns estabelecimentos comerciais) e um patinete que pode ser acoplado a uma cadeira de rodas.

Pequeno sustentável

Toyota Salão de Tóquio Ultra Compact BEV traseira - Divulgação - Divulgação
Subcompacto a baterias tem apenas 2,49 metros de comprimento e pode levar até duas pessoas
Imagem: Divulgação

O primeiro dos veículos é o pequeno BEV. Parecido com um Smart Fortwo, ele é movido exclusivamente a eletricidade, algo surpreendente para uma marca que até então relutava em apostar nessa tecnologia, nitidamente preterida pela propulsão híbrida e até por veículos movidos a célula de combustível à base de hidrogênio.

A autonomia é estimada em até 100 km e o veículo vai até 60 km/h. Sistema de frenagem autônoma de emergência equipa o carro.

Dois adultos podem viajar no veículo de 2,49 metros de comprimento e 1,29 metro de largura. Suas dimensões ultracompactas melhoram muito sua manobrabilidade, já que o raio de giro é de 3,9 metros.

Casa sobre rodas

Toyota Salão de Tóquio Ultra Compact BEV concept for business - Divulgação - Divulgação
Versão comercial do elétrico compacto traz interior modular que pode ser configurado como escritório
Imagem: Divulgação

Haverá também um veículo comercial movido a eletricidade provisoriamente chamado de Ultra BEV.

Além de ser um carro para transportar cargas ele oferece interior modular que pode ser configurado para virar um pequeno escritório ou uma sala de estar.

Outros meios de locomoção

Patinete elétrico Toyota Salão de Tóquio - Divulgação - Divulgação
Patinete elétrico tem versão para ir sentado e também outra na qual é possível acoplar cadeira de rodas
Imagem: Divulgação

O triciclo i-Road também deve ganhar as ruas, pouco depois de um patinete. Este último estreia no mercado japonês juntamente com o BEV, já no ano que vem.

Feito para locomoção em centros urbanos, ele atinge a velocidade máxima de 10 km/h e tem autonomia de até 1 km. Por ora, testes experimentais estão sendo realizados em aeroportos e em regiões controladas.

Para pessoas mais idosas ou com dificuldades de locomoção, a Toyota oferece duas propostas: um carrinho elétrico similar aos que já são utilizados em centros comerciais e um outro tipo de patinete que traz apenas um guidão para ser acoplado a uma cadeira de rodas.

Carro a hidrogênio

Toyota Mirai converte hidrogênio em eletricidade em processo que libera apenas vapor de água - Divulgação - Divulgação
Toyota Mirai converte hidrogênio em eletricidade em processo que libera apenas vapor de água
Imagem: Divulgação

Além desses modelos, que são praticamente veículos conceituais, a Toyota vai colocar à disposição para integrantes da Olimpíada o Mirai, modelo produzido em série da fabricante japonesa que é abastecido com hidrogênio.

O modelo é equipado com uma célula de combustível, que produz uma reação química entre o oxigênio e o hidrogênio para gerar a eletricidade que movimenta o carro. O subproduto desta reação é apenas água. Ao invés de CO₂, a traseira apenas despeja um pouco de água ou vapor d'água.