PUBLICIDADE
Topo

Onix não terá nenhuma unidade fabricada por pelo menos 5 meses em 2021

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/06/2021 14h50Atualizada em 17/06/2021 16h33

Carro mais vendido do Brasil por seis anos ininterruptos, de 2015 a 2020, o Chevrolet Onix ficará sem ser fabricado durante cinco meses em 2021, pelo menos.

Tanto o hatch quanto o sedã Onix Plus estão com a produção interrompida desde 5 de abril na fábrica de Gravataí (RS). Dedicada exclusivamente aos dois modelos, a unidade gaúcha já havia concedido férias coletivas por 20 dias em março, pela mesma razão: falta de semicondutores essenciais para a fabricação desses veículos.

Por meio de nota enviada hoje a UOL Carros, a General Motors informa que a previsão de retomada das atividades fabris em Gravataí está prevista para 16 de agosto, em apenas um turno. Em abril, a unidade estava operando em dois turnos e a linha já utilizou três.

Confira a íntegra do posicionamento da montadora:

Siga o UOL Carros no

"A cadeia de suprimentos da indústria automotiva na América do Sul tem sido impactada pelas paradas de produção durante a pandemia e pela recuperação do mercado mais rápida que o esperado. Isso está afetando de forma temporária nosso cronograma de produção no Brasil.

Em virtude disso, a produção na fábrica de Gravataí está paralisada desde 5 abril e retornará no dia 16 de agosto em um turno.

Conforme anunciado recentemente, a produção da fábrica de São Caetano do Sul será interrompida no dia 21 de junho para ser preparada para receber a nova picape, retomando em 16 de agosto em um turno.

A GM segue trabalhando com seus fornecedores para retomar a produção regular o mais rápido possível."

Perda da liderança

Anteontem, quando teve início a segunda quinzena de junho, o Chevrolet Onix perdeu a liderança entre carros de passeio no acumulado de 2021.

Considerando as vendas de 1º de janeiro a 15 de junho, o hatch já aparece na segunda posição, com 40.037 unidades comercializadas no período. Quem assumiu a ponta foi o Hyundai HB20, com 40.718 veículos.

Trata-se da primeira vez que o hatch da Hyundai ultrapassa o rival da Chevrolet, considerando as vendas acumuladas de determinado ano. Além disso, também é a primeira vez que o Onix deixa de ser líder, seguindo o mesmo critério, desde novembro de 2015, quando assumiu o primeiro lugar. Ou seja, há quase seis anos.

Vale destacar que, levando-se em conta vendas mensais, o Onix já havia perdido a ponta em março, abril e maio, mas ainda liderava no geral.

Além disso, acrescentando os comerciais leves ao ranking, a liderança indiscutível até agora neste ano é da Fiat Strada, que acumula 55.913 emplacamentos até o dia de hoje.