PUBLICIDADE
Topo

Peugeot 208 com motor 1.0 turbo de 130 cv da Fiat deve chegar em 2023

José Antonio Leme

do UOL, em São Paulo (SP)

06/05/2021 11h38

A Stellantis já projeta os anos futuros da companhia com os primeiros frutos da fusão sendo planejados. Até agora, os lançamentos que temos visto são todos de estratégia dos grupos de antes da fusão e que já estavam em andamento.

Mas o primeiro projeto bem sucedido da Stellantis pode na verdade já estar na rua: é o Peugeot 208. Em entrevista com jornalistas, o CEO da Stellantis Latam, Antonio Filosa, confirmou o tempo necessário para se fazer a adaptação de um motor de um grupo em um carro de outro.

Filosa afirmou que o período de desenvolvimento, produção, testes e homologação de uma alteração de motor em outro carro é de cerca de 18 meses. Hoje, o carro mais necessitado de um novo motor para ter melhor desempenho nas ruas, nas críticas e nas vendas é o hatch da Peugeot.

Assim, ele deve ser o primeiro modelo a ter uma sinergia entre FCA e PSA chegando às ruas com o motor 1.0 turbo da Fiat que deve render cerca de 130 cv com etanol. Com o início da produção dos motores agora, ele ser apresentado entre o final de 2022 e o início de 2023.

Apesar de muito moderno em termos de tecnologia e de construção, o Peugeot 208 sofre com um desempenho pífio, visto que a Peugeot considerou à época, que importar o 1.2 turbo ou produzi-lo aqui seria inviável em termos de custo considerando a demanda.

O motor 1.0 turboflex da Fiat fará sua estreia com o SUV compacto apresentado durante a final do BBB21. Esse motor é baseado no 1.0 três cilindros de aspiração natural que equipa o Argo, por exemplo. Entre as novidades do propulsor estão injeção direta, comando variável MultiAir III e coletor integrado ao bloco.