PUBLICIDADE
Topo

Renault começará a fazer Alaskan na Argentina; chegada ao Brasil é incerta

Picape Alaskan esteve no Salão do Automóvel de 2018 - Murilo Góes/UOL
Picape Alaskan esteve no Salão do Automóvel de 2018
Imagem: Murilo Góes/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

15/05/2020 13h24

Resumo da notícia

  • Picape deveria ter sido lançada por lá em 2019
  • Inicialmente produção abastecerá apenas mercado argentino
  • Alaskan terá duas motorizações turbodiesel, com 160 cv e 190 cv

A Renault confirmou hoje (15) que começará a produção da Alaskan na Argentina.

A informação foi revelada pela própria fabricante em videoconferência na qual participaram veículos da imprensa argentina, como a revista Parabrisas.

As primeiras unidades devem deixar a fábrica de Santa Isabel (de onde também sai a Nissan Frontier) ainda neste ano, mas inicialmente a produção abastecerá apenas o mercado interno.

Não há confirmação de venda no mercado brasileiro, embora executivos da Renault tenham afirmado que futuramente a intenção é abastecer toda a América do Sul.

A picape será fabricada apenas na carroceria de cabine dupla e com duas versões do motor 2.3 turbodiesel: uma com 160 cv e outra biturbo entregando 190 cv. Serão oferecidas duas transmissões: manual de seis marchas ou CVT com sete marchas simuladas. Haverá opção de tração dianteira ou 4x4, dependendo da versão.