Topo

Testes e lançamentos


Toyota Raize: conheça o SUV compacto que deve estrear no Brasil em 2021

Toyota Raize é construído sobre versão simplificada da plataforma do novo Corolla; tem 4 m de comprimento e pesa menos de 1 tonelada - Divulgação
Toyota Raize é construído sobre versão simplificada da plataforma do novo Corolla; tem 4 m de comprimento e pesa menos de 1 tonelada
Imagem: Divulgação

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Utilitário esportivo foi apresentado no Salão de Tóquio
  • Raize é a base do SUV compacto que Toyota lançará no Brasil em 2021
  • Produção nacional em Sorocaba (SP) terá investimento de R$ 1 bi
  • Novidade é menor que o Volkswagen T-Cross
  • Versão brasileira poderá ser maior e trazer outro nome

Em setembro, UOL Carros revelou que a Toyota finalmente terá um SUV compacto no Brasil, com produção em Sorocaba (SP) a partir de março de 2021, mediante investimento de R$ 1 bilhão. A essência do novo utilitário esportivo nacional foi revelada no começo deste mês no Salão de Tóquio, com o lançamento do Toyota Raize.

Trazendo visual inspirado no RAV4 e porte menor que o do Volkswagen T-Cross, o Raize é construído sobre a plataforma DNGA, versão compacta da base TNGA utilizada no Corolla 2020.

Na especificação para o mercado japonês, o pequeno SUV mede 3,99 m de comprimento, 1,69 m de largura e 2,52 m de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 369 litros.

Raize lembra um RAV4 em miniatura: mede 3,99 m de comprimento, 1,69 m de largura e 2,52 m de entre-eixos - Divulgação
Raize lembra um RAV4 em miniatura: mede 3,99 m de comprimento, 1,69 m de largura e 2,52 m de entre-eixos
Imagem: Divulgação

A título de comparação, o T-Cross tem, respectivamente, 4,20 m, 1,76 m e 2,65 m. O porta-malas do utilitário esportivo da VW traz capacidade para 373 litros. Como a base DNGA é modular, há chance de as medidas do Raize serem ampliadas na versão brasileira. Aqui, o SUV pode também trazer outro nome e alterações no estilo.

As vendas já começaram no Japão, com preço inicial de 1,679 milhão de ienes (cerca de R$ 65 mil na conversão direta). A configuração mais cara chega a 2.282.200 ienes ou R$ 88 mil.

No país asiático, ele tem um "irmão gêmeo" quase idêntico: o Rocky, comercializado com o emblema da Daihatsu. Pertencente à Toyota, a Daihatsu desenvolveu o conceito DN Trec, que deu origem à dupla.

Pesa menos de 1 tonelada

Traseira traz lanternas horizontais unidas por uma barra na tampa do porta-malas, que leva até 373 litros - Divulgação
Traseira traz lanternas horizontais unidas por uma barra na tampa do porta-malas, que leva até 373 litros
Imagem: Divulgação

A parte mecânica do Raize japonês traz motor 1.0 turbo de 98 cv e 14,3 kgfm de torque, com transmissão CVT híbrida, mesclando engrenagens e polia. Lá fora, pode ser configurado com tração dianteira ou integral. Segundo a Toyota, o consumo médio chega a 18,6 km/l nas variantes 4x2.

A suspensão traz sistema McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, enquanto o peso é inferior a uma tonelada.

Conforme Ricardo Ribeiro, colaborador de UOL Carros, o SUV terá no Brasil uma versão com o mesmo conjunto híbrido flex do Corolla, combinando motor elétrico com uma unidade bicombustível de 1,8 litro.

Painel digital e frenagem automática

Cabine pode trazer painel digital e central multimídia de 9 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay - Divulgação
Cabine pode trazer painel digital e central multimídia de 9 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay
Imagem: Divulgação

Por fora, o Toyota Raize tem estilo inspirado no novo RAV4, investindo nas formas retilíneas para reforçar a sensação de robustez. Conta com opção de pintura em dois tons, conferindo o efeito de "teto flutuante" que está na moda, e pode ser equipado com rodas de liga leve de 17 polegadas. A traseira exibe lanternas horizontais unidas por uma barra que atravessa a tampa do porta-malas.

Por dentro, destaque para o painel de instrumentos digital em tela TFT configurável de sete polegadas e alta resolução, disponível nas versões mais equipadas, e para a central multimídia tátil de nove polegadas, compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

SUV pode trazer painel em tela colorida de 7 polegadas e controle de velocidade de cruzeiro adaptativo - Divulgação
SUV pode trazer painel em tela colorida de 7 polegadas e controle de velocidade de cruzeiro adaptativo
Imagem: Divulgação

Quanto à segurança, a Toyota afirma que a nova plataforma DNGA viabilizou uma carroceria de alta rigidez, utilizando aços de alta resistência em pontos estratégicos para melhor absorção de impactos e baixo peso.

Além disso, o Raize japonês conta com o pacote Smart Assist, que engloba controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência, câmera de ré e até um sistema que detecta se o motorista pisou por engano no acelerador em vez do freio ao manobrar, minimizando os danos de uma eventual batida.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Testes e lançamentos