Topo

Testes e lançamentos


Renault Sandero 1.0 evolui em segurança e reforça status de compra racional

Vitor Matsubara

Do UOL, em Campinas (SP)

25/07/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Versão Zen 1.0 está mais segura: 4 airbags e Isofix de série
  • Relação custo/benefício é uma das virtudes do hatch, que custa R$ 49.990
  • Motor é o mesmo 1.0 de três cilindros com até 82 cv

Foi só ver os Renault Sandero 1.0 estacionados que muitos jornalistas dispararam em tom jocoso: é carro de Uber? De fato, o modelo da marca francesa é o preferido dos motoristas do serviço de transporte, conforme levantamento feito pela própria Uber. Só que isso está muito longe de ser um problema: se o Sandero não fosse um carro bom, dificilmente tanta gente escolheria o hatch para trabalhar.

As qualidades do Sandero são fáceis de identificar. Preço atrativo (R$ 49.990 na versão Zen 1.0). amplo espaço interno para passageiros e bagagens (seu porta-malas de 320 litros é o maior da categoria), baixo consumo de combustível e desempenho satisfatório estão entre os principais elogios de quem tem um.

A linha 2020 trouxe mais segurança para o carro mais vendido da história da Renault no Brasil. Agora todas as versões vêm com airbags laterais, cintos de segurança de três pontos, três encostos de cabeça no banco de trás e ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix.

O interior ganhou um pouco de sofisticação com um acabamento mais decente, especialmente nos painéis das portas. Como acontece desde seu lançamento, o Sandero se destaca pelo generoso espaço interno, de longe o maior da categoria. Isso inclui também o no amplo porta-malas de 320 litros.

Mais capricho

Nota-se também mais capricho em detalhes menores, como o sistema de regulagem da coluna de direção, que não "despenca" mais quando o motorista puxa a alavanca que regula a altura do volante. Do lado de fora, a tampa traseira ganhou um botão que destrava o porta-malas escondido dentro do logotipo da Renault.

Nada mudou na motorização 1.0 de três cilindros com 12 válvulas, que rende até 82 cv quando abastecido com etanol. Embora padeça de agilidade nas retomadas, o conjunto não faz feio nas demais situações.

Contribui para isso o câmbio de relações mais curtas, cujos engates melhoraram muito em relação aos antigos modelos.

Relação de amor

Feito para ser um compacto mais espaçoso do que a maioria, o Sandero seguiu a trilha do Logan e cativou quem busca um carro funcional acima de tudo. Para este tipo de cliente o hatch já agradava antes. É por isso que essa relação tem tudo para melhorar ainda mais com a estreia da linha 2020.

Ficha técnica: Renault Sandero Zen 1.0

Motor: 1.0, 12V, flex, três cilindros

Potência: 82/79 cv a 6.300 rpm

Torque: 10,5/10,2 kgfm a 3.500 rpm

Câmbio: manual de cinco marchas

Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,3/13,2 s

Velocidade máxima: 163/160 km/h

Tanque: 50 litros

Dimensões: 4,07 m de comprimento, 1,73 metro de largura, 1,53 metro de altura, 2,59 m de entre-eixos

Porta-malas: 320 litros

Preço: R$ 49.990

Testes e lançamentos