Topo

Salão de Detroit


Detroit: Nissan revela que futuro Versa será "surpreendente como o Kicks"

Futuro Versa deverá ser conectado e oferecer bom pacote de equipamentos, além de design mais atraente - Murilo Góes/UOL
Futuro Versa deverá ser conectado e oferecer bom pacote de equipamentos, além de design mais atraente
Imagem: Murilo Góes/UOL

Jorge Moraes

Colaboração para o UOL, em Detroit (SP)

17/01/2019 07h00

Nova geração do sedã é o próximo lançamento para o Brasil e deve chegar antes do March, previsto para 2020

Depois que o presidente da Nissan do Brasil, Marco Silva, confirmou na CES, em Las Vegas (EUA), a chegada de Kicks e Sentra híbridos ao Brasil em 2020, desta vez, aqui em Detroit, José Luis Valls, Chairman da Nissan para a América Latina, decidiu revelar que o próximo carro da lista de lançamentos para nosso mercado será o Versa.

O sedã é a alternativa da marca para se manter bem no segmento dos três volumes, que enfrenta forte crise global e precisa ser reconectado ao mercado.

O consumidor ainda consegue enxergar oportunidade de compra em modelos mais em conta lançados no ano passado, como Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Honda City e Toyota Yaris Sedan, além do Chevrolet Cobalt e do próprio representante fluminense da planta de Resende, o Versa.

Mas esse novo comprador quer algo mais: quer um carro conectado, com tecnologia de acesso e até recursos com inteligência artificial.

Futuro Versa deverá ter dianteira parecida com a do novo March, que ainda não foi lançado no Brasil, mas já teve patentes registradas pela marca no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) - Divulgação
Futuro Versa deverá ter dianteira parecida com a do novo March, que ainda não foi lançado no Brasil, mas já teve patentes registradas pela marca no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial)
Imagem: Divulgação

Só SUV?

Perguntamos sobre as diretrizes da Nissan, que se tornou no Brasil uma empresa de praticamente um carro, o Kicks. O suvinho foi o terceiro SUV compacto mais vendido do país com 47 mil unidades no ano passado. Vale lembrar que ele também é exportado para vários países de fora e do próprio Mercosul -- Valls lembrou que nos Estados Unidos o Kicks é sucesso de público para a Nissan.

Porém o executivo destaca a importância de March e Versa nessa nova fase de crescimento e participação. Etapa de trabalho que certamente deverá deixar para seu sucessor no cargo -- nos EUA, José Luis Valls irá receber a responsabilidade pelas vendas e marketing da marca e precisará se dedicar 100% ao novo desafio, mas isso será em breve.

"Investimos muito para colher o sucesso que estamos colhendo com o Kicks, a receita foi certa. Mas ainda temos muito mais pela frente. O novo Versa, por exemplo. Você chegou a vê-lo?", perguntou. Segundo Valls, o sedã irá "surpreender como o Kicks". Quanto ao March, estudos ficam para depois. Quem sabe como modelo 2020/2021.

Enquanto isso, da Argentina, a Frontier cumpre seu papel entre as picapes médias. A planta também compartilha espaço de produção com a Renault Alaskan (ainda dúvida para o Brasil) e Mercedes-Benz Classe X (que deve estrear no final deste ano).

* Jorge Moraes é jornalista, influenciador digital, jurado do Prêmio UOL Carros e fala sobre tecnologia em automóveis. Viagem a convite da Ford

Mais Salão de Detroit