PUBLICIDADE
Topo

Câmbio automático: como dirigir, como funciona e dúvidas gerais

Caixa automática já está presente em carros mais baratos, como o Hyundai HB20 - Murilo Góes/UOL
Caixa automática já está presente em carros mais baratos, como o Hyundai HB20
Imagem: Murilo Góes/UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/06/2020 13h35

Nunca foi tão fácil comprar um carro com câmbio automático. Estimativas feitas por consultorias especializadas apontavam que as vendas de carros automáticos ultrapassariam o volume de veículos equipados com câmbio manual já em 2019.

Atualmente, quase todos os modelos à venda no mercado brasileiro possuem pelo menos uma versão sem o pedal de embreagem. Até carros mais populares, como Chevrolet Onix e Ford Ka, podem sair de fábrica com transmissão automática.

Mesmo assim, muita gente ainda tem algumas dúvidas sobre o uso correto e especialmente a manutenção deste tipo de câmbio. Se você faz parte deste grupo, tire suas dúvidas a seguir.

Tudo sobre câmbio automático

Como dirigir com câmbio automático?

Para dirigir um veículo com câmbio automático basta pisar no pedal do freio e mover a alavanca do câmbio para a posição "D". Assim que o motorista solta o pedal do freio o carro já começa a se movimentar.

Como dirigir com câmbio automático na subida?

Todos os câmbios automáticos possuem um recurso chamada 'kickdown', no qual a caixa reduz uma ou mais marchas quando o motorista pisa fundo no acelerador. Assim, se o condutor precisar de mais força para vencer a subida, basta pressionar o pedal do acelerador até o fundo e controlar a velocidade posteriormente. Algumas transmissões trazem ainda a posição "L" (de "Low", ou "reduzida"), na qual a primeira marcha é 'travada' para vencer aclives. É só selecioná-la e voltar a alavanca para a posição "D" após passar pela subida.

Qual a melhor maneira de usar câmbio automático?

O motorista deve selecionar as posições do câmbio automático com suavidade. Importante lembrar que o pedal do freio deve ser acionado antes de realizar qualquer troca. Não é recomendável engatar as marchas "P" e "R" com o veículo em movimento. E não há necessidade de engatar a posição "N" a cada vez que o veículo para em um semáforo. Basta manter o pé no freio, mesmo com o carro engatado na posição "D".

O que significam as letras do câmbio automático?

Todo câmbio automático possui quatro posições: P, R, N e D.

A letra "P" vem de "Parking" e deve ser engatada quando o veículo estiver estacionado (normalmente antes de ser desligado) e com o freio de estacionamento acionado. A letra "R" engata a marcha a ré.

A letra "N" vem de "Neutro" e exerce o papel do ponto morto. E a letra "D" vem de "Drive" e precisa ser selecionada antes do motorista começar a dirigir o veículo.

Algumas transmissões trazem outras letras, como "L" (de "Low", indicada para subidas acentuadas) e "S" (de "Sport", feito para uma condução mais esportiva).

Para que serve o neutro no câmbio automático?

De acordo com Camilo Adas, presidente do Conselho Executivo da SAE Brasil, a função "N", correspondente ao "ponto-morto", foi criada para situações de manutenção, quando é preciso rebocar o veículo ou movimentá-lo com o motor desligado, liberando as rodas que tracionam o veículo.

Como dar ré em um carro automático?

Basta pisar no pedal do freio e selecionar a posição "R". E não esquecer de conferir os espelhos retrovisores antes de acelerar, é claro.

O que significa a letra L no câmbio automático?

A letra "L" vem de "Low" e funciona como uma espécie de reduzida do carro. Seu uso, porém, é indicado apenas em subidas acentuadas, uma vez que, nesta posição, o câmbio "trava" a primeira marcha para fazer com que o veículo suba com maior facilidade.

Como saber se o óleo do câmbio automático está bom?

Todo carro equipado com câmbio automático possui um reservatório do fluido da transmissão. Seu nível pode ser verificado da mesma maneira que o nível do óleo do motor, ou seja, por meio de uma vareta. De toda maneira, consulte o manual do proprietário antes de realizar qualquer tipo de verificação.

Para que serve o 1, 2 e 3 no câmbio automático?

Assim como em um câmbio manual, os números 1, 2 e 3 indicam as marchas da transmissão. Ao colocar a alavanca nas posições determinadas por esses algarismos, o funcionamento do câmbio será limitado àquela marcha. Se a alavanca estiver na posição "3", por exemplo, o carro não vai passar da terceira marcha, mesmo que o motorista acelere o carro.

Sua função é assegurar que o carro tenha força para vencer subidas ou passar por pisos com baixa aderência, além de utilizar o freio-motor em descidas.

Para que serve o d3 no câmbio automático?

A posição "d3" exerce a mesma função da posição "3" listada no tópico anterior, ou seja, impede que o câmbio passe da terceira marcha. As indicações de uso, inclusive, são as mesmas.

O que é câmbio semi automático?

O câmbio semi automático (ou automatizado) é um tipo de transmissão que utiliza computadores e sensores para realizar as trocas de marcha. Um robô é responsável por comandar a embreagem e realizar as trocas no tempo correto.

Qual a diferença do câmbio automático e semi automático?

A diferença principal entre um câmbio automático e um semi automático é que a transmissão automática possui um conjunto de engrenagens planetárias que trabalha em conjunto com um conversor de torque, que substitui a embreagem.

Já a caixa semi automática preserva todos os componentes de um câmbio manual, inclusive a embreagem, que é acionada por um computador.

Como destravar o câmbio automático?

Para destravar a alavanca do câmbio automático basta pressionar o pedal de freio antes de movimentar a manopla.

Quem inventou o câmbio automático?

Curiosamente, o câmbio automático teria sido inventado por dois brasileiros: José Braz Araripe e Fernando Lemos. Depois de ter desenvolvido uma transmissão automática com fluído hidráulico, Araripe teria ido até Detroit (EUA) para apresentá-lo à General Motors, que teria a em 1932.

Os americanos, porém, creditam a invenção a um canadense que havia desenvolvido outro tipo de transmissão automática nos anos 20. O sistema, porém, era pneumático, e carecia de potência e praticidade para ser produzido em série.

Como resetar o câmbio automático?

Não existe um procedimento padrão. Cada transmissão possui uma programação diferente e é importante lembrar que a reprogramação deve ser feita apenas por profissionais especializados.

Como economizar com câmbio automático?

Evite acelerações desnecessárias que exijam muito da transmissão, como ultrapassagens recorrentes e mesmo dirigir em alta velocidade. Algumas transmissões possuem ainda um modo "Eco", no qual o câmbio tem melhor aproveitamento da potência em rotações mais baixas e só faz reduções de marcha se o motorista pisar fundo no acelerador.

Qual é a vida útil de um câmbio automático?

Se não houver problemas de operação ou qualidade, não há necessidade de fazer troca de peças até pelo menos 150 mil quilômetros. Em alguns casos, a vida útil pode chegar a 300 mil quilômetros.

Fonte: UOL