PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Primeira Classe

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Toledo é opção de road trip histórica e cultural a partir de Madri

C 63 AMG Coupé em Toledo, na Espanha - Rafaela Borges/UOL
C 63 AMG Coupé em Toledo, na Espanha Imagem: Rafaela Borges/UOL
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

18/04/2022 04h00

A bela e medieval Toledo é um dos passeios interessantes para quem visita Madri e quer fazer imersão na história da arquitetura, cultura e até religião. Dá para ir de trem. E também dá para aproveitar a oportunidade para fazer uma viagem de carro a partir da capital espanhola.

De Madri a Toledo, são 70 km. A estrada que liga a capital à cidade medieval é a A42, fácil de acessar por meio das diversas rodovias que circundam a mais importante metrópole da Espanha.

O recomendável, no entanto, é usar navegador, para evitar perder tempo desvendando o caminho. A maioria dos carros alugados já vem com GPS. Se o seu não tiver, é possível solicitar na própria locadora (há taxas).

A melhor opção, em minha opinião, é usar o GPS do smartphone - para ter internet, basta comprar chip internacional ou habilitar os cada vez mais vantajosos planos de roaming na operadora. Atualmente, parte dos planos pré-pagos já tem essa facilidade incluída.

Eu fui de Mercedes-AMG C 63 Coupé S, uma bela máquina com motor V8 de som alucinante. Note que a carroceria é de antiga geração. A atual, que acaba de chegar ao Brasil na configuração sedã, ainda não tem opções preparadas pela AMG.

O trajeto de Madri a Toledo

Saindo de Madri, a velocidade é de 90 km/h nos primeiros 25 km. Depois, aumenta para 120 km/h. A A42 é uma rodovia de pista dupla e trânsito rápido. Há curvas, mas não acentuadas. Nelas, você não perde muito tempo, se estiver com pressa.

Não há pedágios no trajeto. Porém, no trecho de ida, uma emergência que exija a parada do carro é um problema. Quase não há posto de serviço no caminho. O único fica já quase na entrada de Toledo.

Toledo cidade murada - Rafaela Borges/UOL - Rafaela Borges/UOL
Acesso à cidade murada
Imagem: Rafaela Borges/UOL

No trecho de volta, há mais opções para parar. O acostamento, por sua vez, é muito estreito, tornando a parada de emergência perigosa.

De todo modo, a viagem é tão rápida que a necessidade de parar só ocorrerá mesmo em caso de emergência. Leva entre 40 e 45 minutos.

De carro em Toledo

A melhor opção para quem chega a Toledo de carro é usar um dos estacionamentos públicos fora da cidade murada. Paramos no mais próximo.

Para quem vem pela rodovia, basta virar à direita e rodar cerca de 100 metros. O estacionamento aparecerá rapidamente, à esquerda. Próximo à entrada principal da cidade murada, ele é gratuito a partir das 15h e, aos domingos, durante todo o dia.

Mirante em Toledo - Rafaela Borges/UOL - Rafaela Borges/UOL
Vista a partir de um dos mirantes do Toledo
Imagem: Rafaela Borges/UOL

Logo à frente, do lado direito, há um outro estacionamento - nesse caso, pago. O ideal é fazer a subida pela cidade caminhando. A ladeira é íngreme, mas vale a pena encará-la. No caminho, você encontrará lojas de artigos típicos da Espanha, como castanholas. Outras são especializadas em armaduras e facas, referências ao passado bélico de Toledo.

No trajeto, há ainda mirantes com vistas espetaculares. Mas, para quem prefere não subir andando, dá para parar o carro até no ponto mais alto da cidade murada, no estacionamento logo à frente do Museu do Exército.

Destaques de Toledo

A história de Toledo começa na Idade Antiga. Por isso, sua arquitetura tem muitos resquícios dessa época, mas é predominantemente medieval.

A Espanha foi ocupada na Idade Média por povos de origem árabe - como os mouros. Na Toledo antiga, a herança religiosa desses povos pode ser vista. E também a dos judeus, que têm até um bairro, fora da cidade murada - pode ser observado por meio de alguns mirantes.
Por isso, em Toledo, você encontrará mesquitas e sinagogas. E, claro, igrejas católicas (o catolicismo é a religião predominante na Espanha).

Principais atrações

No ponto mais alto da cidade, está aquela que é sua maior joia histórica e cultural, a Catedral de Toledo. Trata-se de uma das três catedrais góticas espanholas do século XIII, e a principal representante desse estilo no país.

Por dentro, também há espaço para o barroco, além de obras de artistas como Goya, Caravaggio e El Greco.

Catedral de Toledo - Rafaela Borges/UOL - Rafaela Borges/UOL
Catedral de Toledo
Imagem: Rafaela Borges/UOL

Outra atração do ponto mais alto da cidade é o Museu do Exército, que funciona no prédio do Alcázar de Toledo. Esse palácio fortificado sobre rochas começou a ser construído ainda na Era Romana, e foi palco de diversos capítulos importantes da história da monarquia espanhola.

Para almoçar, escolha o Adolfo, próximo à catedral, ou sua "filial", o restaurante do Hotel Boutique Adolfo. Ele está na Plaza Zocodover, a principal da cidade murada.