PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Primeira Classe

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como sistema da Volvo pode evitar batida em caso de desmaio do motorista

Volvo XC40 elétrico - Divulgação
Volvo XC40 elétrico Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rafaela Borges

Rafaela Borges é jornalista automotiva desde 2003, com passagens por Carsale e Estadão. Escreve sobre o mercado de veículos, supercarros, viagens sobre rodas e tecnologia.

Colunista do UOL

01/01/2022 04h00

A chegada do Volvo XC40 P8, versão 100% elétrica do modelo, foi acompanhada pelo lançamento de algumas tecnologias. Dentre elas, chama a atenção o Emergency Stop Assist, que aqui eu vou chamar de assistente para desmaios, que também age se se houver falta de atenção ou negligência do condutor.

Logo após ser lançado no XC40 P8, o recurso também foi incorporado às versões mais caras do XC60 2022. Alguns Teslas, que são vendidos no Brasil por importação independente, têm essa tecnologia. O elétrico Volkswagen ID.4, que a marca deve lançar no Brasil em 2022, é outro que a oferece.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Eu conheci esse sistema em meados da década passada, no evento de uma sistemista na Alemanha. Demorou tanto a chegar aos carros (todos premium e importados) brasileiros que eu tinha até me esquecido que existia.

O assistente para desmaios foi criado como o próximo passo na automação dos veículos. Por ora, ele está integrado a recursos semiautônomos de nível 2, que reúnem controlador de velocidade adaptativo e sistema de manutenção em faixas para comandar o veículo em algumas situações - como estradas e vias de trânsito rápido, a exemplo das marginais Pinheiros e Tietê, na cidade de São Paulo.

O carro pode até assumir o comando, mas o motorista jamais deve tirar as mãos do volante, de acordo com a lei brasileira. A responsabilidade continua sendo de quem está no banco do condutor. E é por isso que eu chamo a tecnologia também de assistente à negligência.

Como funciona

Siga o UOL Carros no

O Emergency Stop Assist foi criado para o caso de o motorista ter um contratempo que o impeça de reassumir o volante quando o semiautônomo está em uso - como um desmaio. Normalmente, o assistente de manutenção em faixas para de funcionar após o condutor ficar por alguns segundos sem as mãos no volante.

Com o sistema dos Volvo e do ID.4, se a mesma situação ocorrer, após alertar o motorista com avisos sonoros, o recurso aciona o pisca alerta e vai freando-o até pará-lo.

A parada total, no entanto, é na faixa que o motorista estiver, tanto no XC40 quanto no ID.4. A tecnologia apresentada pela sistemista na metade da década, na Europa, era capaz não apenas de parar, mas de estacionar o automóvel com segurança no acostamento, por exemplo.

Para fazer isso, XC40 e ID.4 precisariam de um sistema semiautônomo mais avançado, capaz de mudar de faixa sem interferência do motorista. Nos EUA, os Tesla têm esse recurso. No Brasil, sem representação oficial, nem tudo o que os modelos da marca americana oferecem em seu mercado de origem funciona.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.