PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Flagra: novo Hyundai Creta circula camuflado antes da estreia em setembro

Hyundai Creta 2022 é flagrado circulando no interior de São Paulo - Fabiano Martin/Arquivo Pessoal
Hyundai Creta 2022 é flagrado circulando no interior de São Paulo Imagem: Fabiano Martin/Arquivo Pessoal
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

09/04/2021 10h39

Será em setembro o lançamento do novo Hyundai Creta, revelo em primeira mão. Quem viu e foi consultado sobre o projeto de design polêmico gostou. E garantiu que será uma surpresa. Mas gosto não se discute.

Em mais um flagra dos nossos leitores, dessa vez do carona Fabiano Martin, dá para ter ideia do que vem pela frente. Os testes continuam pelas ruas e estradas do Brasil e o novo Hyundai já desfila camuflado, agora por Jaguariúna (SP). O desenho dos faróis e das lanternas destacam como deverá seguir o design do utilitário.

A estrutura, bem camuflada, caracteriza as mudanças do projeto, o que já está gerando polêmica entre os fãs do SUV nas redes sociais. O novo Creta será lançado em setembro, recebendo a motorização turbo e novos equipamentos de tecnologia.

Hyundai Creta 2022 - Fabiano Martin/Arquivo Pessoal - Fabiano Martin/Arquivo Pessoal
Imagem: Fabiano Martin/Arquivo Pessoal

O modelo já fez sua estreia em outros países como China, Índia, África do Sul e até no México. Por aqui, o SUV será produzido na planta da fábrica em Piracicaba, no interior de São Paulo. Um dos detalhes no visual que deve diferenciar o Creta nacional do estrangeiro é a grade do tipo colmeia, que não terá barras horizontais cromadas. E eu desejo isso. As versões poderão também ganhar nova nomenclatura.

Mesmo sem a confirmação exata (existem fortes rumores), a expectativa é que debaixo do capô esteja o motor 1.0 turbo de 120 cavalos, o mesmo utilizado no HB20, para as versões de entrada, substituindo o atual 1.6 aspirado de 130 cv. A informação é dada como certa por fontes ligadas ao fabricante. Outro dado é a permanência do 2.0 flex de 166 cv, que continua a atender o topo da gama, Prestige.