PUBLICIDADE
Topo

Lançamentos: relembre as motos apresentadas durante a quarentena

Apresentação da nova linha Honda CB 650, que aconteceria presencialmente em março, foi realizada online no início de julho - Divulgação
Apresentação da nova linha Honda CB 650, que aconteceria presencialmente em março, foi realizada online no início de julho Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

14/07/2020 16h33

Com o aumento do número de casos do novo coronavírus no Brasil, no final de março, as autoridades fecharam os comércios não essenciais e recomendaram o isolamento social. A quarentena fechou as concessionárias, paralisou fábricas e causou uma queda na produção e venda de motos no Brasil em abril e maio.

As medidas restritivas também atrasaram alguns lançamentos. A Honda cancelou a apresentação oficial da nova linha CB 650, que deveria acontecer na mesma semana em que a quarentena foi decretada. Os modelos de quatro cilindros foram apresentados na semana passada, em uma live na internet, seguindo a tendência inaugurada pela Ducati, e replicada por outras marcas. Confira esses e outros lançamentos apresentados durante a quarentena.

Linha Honda CB 650

Mostradas no Salão Duas Rodas 2019, a naked CB 650R e a esportiva CBR 650R já estavam em pré-venda e deveriam chegar às lojas em março. Mas com a suspensão da produção de motos em Manaus, em função da pandemia de covid-19, nem todos os pontos de venda da marca receberam as novas motos de quatro cilindros. Com a reabertura da fábrica, a marca abastece sua rede com os lançamentos, revelou Alexandre Cury, diretor comercial da Honda Motos, durante live de apresentação dos modelos à imprensa, na última semana.

Honda CBR 650R - Divulgação - Divulgação
A CBR 650R carenada (foto) e a naked CB 650R ganharam controle de tração, suspensão invertida e pinças de freio radial, na dianteira
Imagem: Divulgação
Renovada, a linha CB 650 ficou mais esportiva: ganhou suspensão invertida, controle de tração e pinças de freio radial, na roda dianteira. A naked CB 650R ganhou um ar de café racer futurista, enquanto a CBR 650R remete à superesportiva CBR 1000RR Fireblade. Ambas trazem ainda um novo painel digital black out.

O motor de quatro cilindros e 649 cm³ ficou mais forte em médios regimes e ganhou uma embreagem assistida e deslizante. Já rodamos com a nova naked, na Itália, mas a Honda também deve liberar as motos para teste no Brasil em breve, e devemos avaliar a esportiva na pista.

Naked CB 650R - Divulgação - Divulgação
Naked CB 650R tem visual Neo Sports Cafe e preço parte de R$ 39.416
Imagem: Divulgação
A variação do dólar e a produção parada por cerca de dois meses também fizeram com que o preço aumentasse, antes mesmo de os modelos chegarem às lojas. A CB 650R, vendida por R$ 37.900 na pré-venda, agora tem preço sugerido a partir de R$ 39.416. Já a CBR 650R 2020, cotada anteriormente por R$ 39.700, agora está sendo vendida por R$ 41.080. Vale lembrar que os preços tem como base o Estado de São Paulo e não incluem despesas como frete e seguro.

Kawasaki Z 900

Segundo a assessoria de imprensa da Kawasaki, o evento de lançamento da nova Z 900, que aconteceria em uma pista, deu lugar a uma live pela internet, realizada no início da semana passada. A nova geração da naked de quatro cilindros passou por um face-lift e também ficou mais moderna. Incorporou controle de tração, seletor de potência e modos de pilotagem, além de um painel digital com conexão Bluetooth ao smartphone.

Kawa Z 900 - Divulgação - Divulgação
Kawasaki também mostrou a Z 900 em live; modelo conectado quer retomar liderança entre as nakeds médias
Imagem: Divulgação
Um dos modelos de maior sucesso da Kawa no Brasil, a Z 900 chega para tentar retomar a liderança entre as nakeds de média capacidade. Com um motor de 128 cv de potência máxima e muita tecnologia, a naked japonesa chegou às lojas com preço promocional de R$ 45.990, até 31 de julho, ou enquanto durarem os estoques.

Triumph Tiger 900

Principal lançamento da marca inglesa no ano, a Tiger 900 chegou com a missão de substituir a Tiger 800, modelo mais vendido da Triumph no Brasil. Apresentada pela internet, em meados de junho, a Tiger 900 traz como principal novidade mais capacidade cúbica no seu motor de três cilindros em linha. Agora com 888 cm³, produz os mesmos 95 cv de potência máxima, mas oferece 10% a mais de torque, chegando ao pico de 8,87 kgf.m,

Tiger 900 GT Pro e Rally Pro - Divulgação - Divulgação
Tiger 900 começou a ser vendida em junho em apenas duas versões, completas: a Rally Pro e a GT Pro, que parte de R$ 59.990
Imagem: Divulgação
O desenho da bigtrail também modernizado, com os antigos blocos ópticos arredondados dando lugar a faróis retangulares de LED. Destaque também para o novo painel, com tela colorida de TFT de 7 polegadas e conexão Bluetooth.

A Triumph trouxe primeiramente as duas versões mais completas da Tiger 900: a GT Pro, que tem rodas de liga-leve e aro 19, na dianteira, custa a partir de R$ 59.990; e a Rally Pro, que usa rodas raiadas e aro 21, na frente, começa em R$ 60.990.

Ducati Scrambler Icon

Ainda em abril, a Ducati "inaugurou" as lives com a apresentação da nova geração da Scrambler Icon. Embora não tenha sofrido grandes mudanças, a moto de inspiração retrô trouxe um novo freio ABS, otimizado para cuvas, e marcador de combustível no espartano painel digital.

Ducati Scrambler 2020 - Divulgação - Divulgação
Nova geração da moto retrô da Ducati inaugurou tendência de lives para apresentar novidades durante a pandemia
Imagem: Divulgação
Equipada com um motor de dois cilindros em "L" (V a 90°) com 803 cm³, o modelo produz bons 73 cv de potência máxima e também ganhou um tapa no visual. Vendida apenas na cor amarela, a Ducati Scrambler Icon é vendida por R$ 48.990.