PUBLICIDADE
Topo

Nova Kawasaki Z 900 chega ao Brasil mais moderna e conectada por R$ 47.990

Modelo 2021 da naked japonesa tem controle de tração, modos de pilotagem e painel digital com conexão Bluetooth - Divulgação
Modelo 2021 da naked japonesa tem controle de tração, modos de pilotagem e painel digital com conexão Bluetooth Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista UOL

07/07/2020 11h06

A Kawasaki Z 900, principal atração da marca no Salão Duas Rodas 2019, chega em agosto às concessionárias da marca. Entre as novidades da naked estão controles eletrônicos e um painel digital com conexão Bluetooth, além de um visual modernizado e sistema de iluminação em LED. A moto chega às lojas, já como modelo 2021, em duas opções de cores com preço sugerido de R$ 47.990 - mas será vendida por um valor promocional de R$ 45.990, entre 8 e 31 de julho.

z 900 estática - Divulgação - Divulgação
Motor de quatro cilindros e 948 cm³ produz 125 cv a 9.500 rpm
Imagem: Divulgação
Segunda moto mais vendida da Kawasaki no Brasil, com 1.013 unidades emplacadas em 2019, a Z 900 agora vem com controle de tração, seletor de entrega de potência e quatro modos de pilotagem. Os freios ABS já eram de série no modelo.

O novo painel de TFT conta com conexão Bluetooth, que permite ao condutor conectar o celular à motocicleta sem a necessidade de cabos. Por meio do aplicativo para smartphones "Rideology", da própria Kawasaki, várias funções do painel podem ser acessadas, como informações e dados de funcionamento da moto, registro de pilotagem, etc., e podem ser visualizadas na tela do celular. É possível ainda selecionar os níveis desejados dos controles eletrônicos no aplicativo, e depois sincronizar as preferências com a moto.

painel z 900 - Divulgação - Divulgação
Painel "conversa" com app e exibe dados, como marcha engatada, rotação do motor, inclinação nas curvas, na tela do celular
Imagem: Divulgação
A cor de fundo e o brilho adaptam-se às condições de luz do ambiente. Mas o mais interessante são as informações do GPS. Pois, enquanto a moto é guiada, o aplicativo rastreia a velocidade do veículo, rpm, posição de marcha, quilometragem atual e temperatura do líquido de arrefecimento. Ao salvar o registro de pilotagem, o motociclista pode ver esses detalhes em um gráfico em qualquer ponto ao longo da rota. Como uma espécie de telemetria do seu passeio de fim de semana, ou de um dia na pista.

Mais potente da categoria

Embora o motor de quatro cilindros em linha, 948 cm³, não tenha sofrido alterações, manteve o título de mais potente da categoria: 125 cv a 9.500 rpm. Suas principais concorrentes têm menos potência, mas contam com bons pacotes eletrônicos e preços próximos: a Yamaha MT-09, que tem motor de três cilindros e 115 cv, é vendida a partir de R$ 48.590; já a Suzuki GSX-S 750, também equipada com quatro cilindros, mas com 114 cv, tem preço sugerido de R$ 49.500.

z 900 movimento - Divulgação - Divulgação
Motor mais potente, pacote eletrônico e conexão Bluetooth são diferenciais da naked da Kawasaki perante às concorrentes
Imagem: Divulgação
O grande diferencial da Kawasaki fica por conta da conexão com o smartphone, uma característica única entre as nakeds de média alta cilindrada. "A nova Z 900 tem qualidades que podem ajudá-la a se tornar líder da categoria", afirmou Sonia Harue, responsável por vendas e marketing da marca japonesa no Brasil, durante a live realizada para apresentar o modelo ao mercado brasileiro.

No ano passado, a Kawasaki vendeu menos do que os modelos de Yamaha e Suzuki. Além do design renovado, a eletrônica e a conectividade colocam a Z 900 2021 como uma excelente opção para quem procura uma moto naked potente e cheia de tecnologia, mas quer gastar menos do que em uma 1.000 cc.