PUBLICIDADE
Topo

Strada Endurance Cabine Dupla: vale levar versão de entrada mais cara?

Versão de entrada Endurance sai por R$ 74.990 sem opcionais - Divulgação
Versão de entrada Endurance sai por R$ 74.990 sem opcionais
Imagem: Divulgação

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/08/2020 04h00

Finalmente a Fiat Strada ganhou uma cabine dupla "de verdade" com a estreia da nova geração.

Maior e com quatro portas, ela surge como alternativa para dois públicos específicos: empresas que precisam de espaço para levar mais passageiros do que carga e também para aqueles que desejam ter um veículo para trabalho e lazer.

Só que por R$ 74.990 ela está bem longe dos R$ 64.590 pedidos pela versão Endurance com cabine simples.

Além disso, ela custa apenas R$ 3 mil a menos do que a configuração intermediária Freedom e nem está tão longe da topo de gama Volcano (R$ 79.990).

Diante disso, vale a pena investir na versão de entrada? As respostas estão a seguir na avaliação de UOL Carros.

Divulgação

Fiat Strada Endurance Cabine Dupla

Preço

R$ 74.990
Carros
4,3 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Números de consumo são apenas regulares, inclusive com gasolina

Veterano motor 1.4 Fire dá conta do recado, mas sofre com mais pessoas ou carga a bordo

Estilo moderno e bem parecido com o da Toro é o grande destaque da Strada

Além dos bem-vindos ar-condicionado e direção hidráulica, versão Endurance traz ESP de série

Espaço é muito bom para quatro adultos, bem diferente da antiga Cabine Dupla

Custos de manutenção e seguro são baixos como sua antecessora

Além dos airbags frontais obrigatórios por lei, picape traz airbags laterais e

Pontos Positivos

  • Espaço interno
  • Capacidade de carga

Pontos Negativos

  • Desempenho
  • Consumo

Veredito

A Strada Endurance é uma ótima compra para quem precisa de um veículo para trabalho, desde que seja na carroceria de cabine simples. Na configuração de cabine dupla, ela custa caro demais: por mais R$ 3 mil é possível levar a versão Freedom, que traz mais equipamentos e o moderno motor 1.3 Firefly.

Strada Endurance 1 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Para-choques pretos e calotas tiram um pouco do brilho do design da Strada
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

Carro de trabalho não precisa ser bonito, e sim funcional. Por sorte, o design da nova Strada Endurance atinge os dois objetivos.

Mesmo na versão de entrada Endurance, ela tem um visual moderno e jovial. É verdade que os para-choques sem pintura e as lanternas tiram parte do encanto, mas, por outro lado, dão um ar mais rústico à picape.

O parentesco com a Toro está presente em vários detalhes, como o desenho das lanternas (que são quase idênticas) e até o formato das portas. Na frente, o estilo lembra o do Argo, embora várias peças venham do Mobi. No geral, o resultado final é satisfatório.

Por dentro, a picape tem bom espaço interno para quatro adultos, bem diferente do aperto da antiga Cabine Dupla, que nada mais era do que uma (criativa) solução improvisada para transportar mais passageiros. Agora a história é outra: quem viaja atrás tem mais espaço para pernas e cabeças.

Strada Endurance 2 - Divulgação - Divulgação
Motor 1.4 Fire entrega até 88 cv
Imagem: Divulgação

Cabe ao veterano motor 1.4 Fire (de até 88 cv) a missão de movimentar a Strada Endurance. Embora até surpreenda positivamente pelas respostas em baixas rotações, o conjunto perde um pouco de fôlego quando o veículo está carregado. Fico imaginando como seria seu comportamento com cinco passageiros e lotada com os 650 kg de carga máxima na caçamba...

O câmbio manual de cinco marchas também não preza pela suavidade no funcionamento por conta dos engates um pouco longos. Para completar, a direção é hidráulica apenas na versão de entrada - as configurações Freedom e Volcano possuem assistência elétrica.

Se faltavam motivos para justificar um investimento extra para levar a Strada Freedom, talvez não faltem mais.

Strada Endurance 3 - Divulgação - Divulgação
Mesmo sendo versão de trabalho, Strada Endurance é bem equipada
Imagem: Divulgação

Apesar de ser uma versão de entrada, a Strada Endurance não decepciona na lista de itens de série. Sai de fábrica com airbags laterais, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado, direção hidráulica, preparação para som, coluna de direção com regulagem de altura, computador de bordo, protetor de cárter, luzes de iluminação diurna, protetor de caçamba, iluminação de caçamba, porta-escadas, para-choques sem pintura e rodas de aço de 15 polegadas.

Faltam alguns itens que não são essenciais para um carro de trabalho. É o caso do sistema de som, que pode ser um rádio com entrada USB (que faz parte do Pack Áudio por R$ 1.500 extras) ou a boa central multimídia UConnect com tela de sete polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay.

Ela vem com o pacote chamado Pack Multimídia (R$ 3.490), que inclui câmera de ré, sensores de estacionamento traseiros e tela de TFT de 3,5 polegadas no painel.

Para adquirir qualquer um deles é preciso encomendar também o Pack Worker (R$ 2.500), composto por alarme, vidros elétricos, abertura interna da tampa do tanque de combustível, travas elétricas, banco do motorista com regulagem de altura e fechadura elétrica da caçamba.

Assim, caso opte pelos pacotes Worker e Multimídia, o cliente pagará R$ 80.980 - valor superior até ao pedido pela versão topo de gama Volcano.

Strada Endurance 3 - Divulgação - Divulgação
Custos de revisão e de seguro são muito baixos
Imagem: Divulgação

Um dos segredos do sucesso da Strada entre os frotistas está no custo de manutenção.

Como é de praxe nos modelos da Fiat, os valores das revisões da Strada são muito interessantes. Das seis primeiras, a mais cara delas (30 mil quilômetros) sai por honestos R$ 684.

Strada Endurance 5 - Vitor Matsubara/UOL - Vitor Matsubara/UOL
Saveiro Robust Cabine Dupla é principal rival da picape da Fiat
Imagem: Vitor Matsubara/UOL

A Volkswagen Saveiro ainda é a principal rival da Fiat Strada - inclusive nas versões de entrada.

A configuração Robust Cabine Dupla sai por R$ 73.200, mas é muito mais básica do que a concorrente, a ponto de não vir nem com os prosaicos ar-condicionado e direção hidráulica. Para incluir estes itens mais vidros e travas elétricas é preciso encomendar o pacote Robust Completo, que eleva o preço da picape para salgados R$ 79.280.

Mecânica
  • Motorização

  • 1.4, 8V, 4 cilindros em linha, flex

  • Combustível

  • Etanol / Gasolina

  • Potência (cv)

  • 88 cv / 85 cv

  • Torque (kgf.m)

  • 12,5 kgfm / 12,4 kgfm

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 12,3 s / 13,4 s

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 157 km/h / 156 km/h

  • Consumo cidade (km/l)

  • 8,3 km/l / 11,8 km/l

  • Consumo estrada (km/l)

  • 8,8 km/l / 12,4 km/l

  • Câmbio

  • manual de cinco marchas

  • Tração

  • dianteira

  • Direção

  • hidráulica

  • Suspensão Dianteira

  • independente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • tambor

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 195/65 R15

  • Rodas

  • 15 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1599

  • Comprimento (mm)

  • 4474

  • Entre-eixos (mm)

  • 2737

  • Largura (mm)

  • 1732

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 650

  • Porta-malas (L)

  • n/d

  • Tanque (L)

  • 55 litros