PUBLICIDADE

Topo

Todo mundo deve cuidar de alguém, diz Flávia, 'mãe' de cadelinha deficiente

De VivaBem, em São Paulo

31/07/2020 04h00

A advogada Flávia Panella, de São Paulo, adotou Olivia quando a cadelinha já estava com nove anos e paraplégica. Ela conta que todo dia é um recomeço. Essa é a história que o episódio 8 da série Amor de Bicho conta hoje.

A rotina de Olivia é puxada. A fralda da cachorra tem que ser trocada de 3 a 4 vezes por dia. Ela também faz fisioterapia e acupuntura para melhorar a questão do sobrecarga nas patas dianteiras, além de ganhar sessões diárias de alongamento e escovação de Flávia para ter um momento de relaxamento.

"Em casa, ela não fica com a cadeirinha. Para passear, a gente usa, mas ela não pode ficar mais do que duas horas na cadeira. De resto, ela tem uma vida normal", conta.

A advogada explica que descobriu que tinha capacidade de cuidar de alguém quando seu pai teve câncer e acabou morrendo, e sua mãe também.

"Cuidei dos dois, mas me vi muito sozinha para atendê-los. Dedicar amor para que a pessoa ou animal se sinta acolhido, isso é cuidar para mim", diz.

Ela fala que todo mundo deve pensar em cuidar de alguém, não importa a espécie. "Se todo mundo se dedicasse a cuidar de alguém, a gente não teria tantas crianças, idosos e animais abandonados. Cada um pode escolher de quem vai cuidar".

Ela afirma que Olivia é muito alegre e tenta superar obstáculos, como subir escada ou escalar uma superfície, o tempo todo. Além disso, com a situação de Olivia, Flávia se conectou a muita gente e percebeu que podia ajudar outros animais especiais a terem qualidade de vida, por isso recebe doações e as repassa para quem precisa.

Amor de Bicho é coproduzida por MOV com Duplamente Filmes e Solavanco Produções.