PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

O inverno chegou: siga estes 8 passos para evitar o drama do tempo seco

iStock
Imagem: iStock

Gabriel Dias

Colaboração para VivaBem*

21/06/2022 04h00

Quando chega o inverno, que começa oficialmente em 21 de junho, e as temperaturas caem, é importante ficar de olho nos cuidados com a saúde. Como nesta estação o clima fica bem seco, é comum o aumento de doenças respiratórias.

Todos os anos temos que lidar com os problemas trazidos por essa diminuição da umidade do ar, por isso é importante saber o que fazer para proteger seu organismo.

As baixas temperaturas, em geral, podem causar o ressecamento das nossas vias aéreas e comprometer a produção de muco, facilitando a entrada de vírus e bactérias e o contágio de doenças.

A baixa umidade do ar afeta diretamente nossa hidratação, o que dificulta todo o funcionamento do organismo, uma vez que a água é fundamental para todas as células.

O nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%. Quando a taxa cai para 30% é considerada uma situação de alerta e os prejuízos para a saúde se tornam mais evidentes. Os dados são da OMS (Organização Mundial de Saúde).

VivaBem preparou algumas dicas para você saber como manter o bem-estar no tempo seco:

Mantenha a hidratação

Para evitar a desidratação, tome bastante líquido, principalmente água. Ao sair de casa, leve sempre uma garrafinha de água, evitando ficar longos períodos sem hidratação.

Na hora das refeições, escolha alimentos (frutas e vegetais) ricos em água. Melão, melancia, laranja, abobrinha, entre outros, são bons exemplos. Outro cuidado importante é evitar alimentos muito salgados ou condimentados, que podem causar retenção de líquidos e aumento da pressão arterial.

Umidifique o ambiente

Espalhe panos (toalhas) úmidos ou mesmo baldes com água pelos ambientes da casa, especialmente nos quartos, durante a noite. Uma alternativa, mais eficiente, é utilizar um umidificador de ar.

É importante lembrar que o ambiente não deve ficar úmido demais, pois favorece o crescimento de fungos, bactérias e ácaros. Outra dica é limpar com regularidade os ventiladores e filtros de ar condicionado.

Combata o ressecamento das vias aéreas

Lave as narinas com soro fisiológico, pois ele ajuda a diminuir o desconforto no nariz. Manter a mucosa nasal hidratada evita sangramento nasal e também impede que ela fique mais vulnerável a inflamações.

O uso de nebulizadores ou inaladores, apenas com soro fisiológico, também é bastante eficiente para a umidificação das vias aéreas.

Não faça atividades físicas nos horários mais secos

Evite realizar atividade física entre às 10h e 16h, quando geralmente a umidade do ar está mais baixa, especialmente se for ao ar livre, em centros urbanos, onde a concentração de poluentes no ar é naturalmente maior.

Prefira o início da manhã ou fim da tarde. Mas lembre-se, mesmo em ambientes fechados, dentro de casa ou da academia, o ar também vai estar seco.

Hidrate a pele

Use produtos específicos para hidratar a pele do rosto e do corpo, pelo menos uma vez ao dia. Para evitar o ressecamento, banhos com água muito quente não são recomendados.

Mantenha a casa limpa

Para minimizar o risco de problemas respiratórios, é fundamental eliminar poeira, ácaros, pelos de animais e outros agentes causadores de alergias respiratórias. Uma casa limpa é sinônimo de casa saudável, mesmo para quem não é alérgico.

Ventile o ambiente e evite produtos de limpeza com odor forte (que são fatores irritantes para a mucosa respiratória). Quando for limpar a casa, utilize pano úmido para que a poeira fique no pano e não no ar.

Troque roupas de cama e toalhas de banho com maior frequência, pois os ácaros se alimentam de restos de pele e cabelos humanos.

Cuidado com as roupas

Nesta época do ano é importante se proteger usando roupas mais quentes. Mas é bom lavar as roupas de inverno antes de usar. Evite roupas e cobertores de lã ou com pelos. Agasalhos recomendados: malha, moletom, náilon ou couro.

Evite locais fechados

Em dias de baixa umidade, quando as vias áreas estão ressecadas, o risco de infecções disseminadas em ambientes fechados aumenta. Neste caso, procure adotar as mesmas medidas de controle ambiental usadas em sua casa, como abertura de janelas para melhor circulação do ar.

Além disso, intensifique os cuidados para hidratação das vias aéreas e consuma mais água.

*Com informações de reportagens publicadas em 19/06/2020, 16/07/2021 e 19/04/2022.

Saúde