PUBLICIDADE

Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Quais os riscos de se praticar sexo oral com o pênis 'sujo'?

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

05/10/2021 04h00

Resumo da notícia

  • O esmegma é uma secreção das glândulas sebáceas composta por células descamadas do epitélio com gorduras e proteínas
  • Se feita a higiene correta do pênis de forma rotineira, entrar em contato com o esmegma que se forma diariamente não é um problema
  • O risco aparece quando há um acúmulo de sujeira. O aumento de esmegma pode levar ao desenvolvimento de bactérias e fungos
  • Com o passar do tempo, isso pode causar irritação, o surgimento de infecções sexualmente transmissíveis e até mesmo câncer de pênis

Não existem doenças que estejam ligadas ao acúmulo diário de esmegma —resultado da secreção das glândulas sebáceas da região do prepúcio, composta por células descamadas do epitélio, juntamente com gorduras e proteínas. Mas se a pessoa não fizer a higienização do pênis de forma correta e deixar essa secreção se acumular, pode haver uma proliferação de bactérias e fungos, o que pode deixar a região irritada.

Além disso, não limpar o pênis, deixando essa secreção no local por longos períodos, pode levar ao surgimento de infecções, inclusive as IST (infecções sexualmente transmissíveis), como candidíase, clamídia, gonorreia e corrimentos, ou até mesmo desencadear um câncer de pênis.

Se a sujeira for mantida por muito tempo na região, ela desencadeia uma resposta inflamatória crônica e pode levar a um processo de neoplasia, ou seja, o aparecimento de um câncer. Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), no Brasil, esse tipo de tumor é considerado raro, mas a má higiene íntima é uma das causas do tumor que, conforme a gravidade, pode até levar à amputação do pênis.

Para se proteger, a limpeza dessa área não requer nada especial além de água e sabonete neutro —se você tiver o prepúcio, não se esqueça de puxá-lo e lavar bem toda a parte que fica "escondida" e a glande. A higienização ajuda a retirar os micro-organismos e outros elementos, como matéria orgânica, urina, fezes e secreções.

Existem indivíduos com um fetichismo pelo esmegma durante a relação sexual. E, como todo fetiche, isso aumenta a excitação sexual. O fato de ser uma secreção com características naturais do corpo humano, ela não representa nenhum risco para quem tem essa prática. O problema é se ele se acumula por muito tempo. Portanto, é de extrema importância saber se o seu parceiro higieniza o pênis diariamente.

Fontes: José David Urbaez Brito, médico infectologista e presidente da Sociedade de Infectologia do Distrito Federal; Marcos Antonio Cyrillo, infectologista e diretor da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia); Ricardo Vasconcelos, infectologista da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) e colunista de VivaBem.

Pergunte ao VivaBem