PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Adultos do RJ estarão vacinados com 1ª dose até 18 de agosto, diz Paes

Prefeito do Rio, Eduardo Paes antecipa calendário de imunização contra covid-19 - iStock
Prefeito do Rio, Eduardo Paes antecipa calendário de imunização contra covid-19 Imagem: iStock

Colaboração para o VivaBem

15/07/2021 20h13

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou hoje que todos os adultos acima de 18 anos estarão vacinados com a 1ª dose contra a covid-19 até o dia 18 de agosto.

Em live com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, Paes antecipou o calendário de vacinação da capital fluminense, que anteriormente estimava a imunização de adultos com ao menos uma dose em até 31 de agosto.

"Estamos anunciando hoje que a gente termina a vacinação de todos os adultos de até 18 anos no dia 18 de agosto", disse Paes. "Conseguimos avançar mais 12 dias e, a cada dia que a gente avança, é uma oportunidade de salvar uma vida", afirmou.

O prefeito ainda se comprometeu a "esticar a corda" com Soranz para antecipar, se possível, mais uma vez o calendário. "Se chegar mais vacina, tenho certeza que a gente consegue avançar mais."

No entanto, de acordo o secretário, o calendário "ousado" conta com entregas que ainda vão ocorrer ao município. "Estamos utilizando toda a previsão de doses [a receber] do Instituto Butantan, Fiocruz, Pfizer e Covax Facility", disse Soranz.

Vacinação de adolescentes

O prefeito do Rio também anunciou mudanças no calendário de vacinação de adolescentes. Jovens de 12 a 18 anos começam a ser imunizados a partir de 23 agosto — a previsão anterior era para setembro.

"A gente tinha se comprometido com esse calendário para setembro com a vacina da Pfizer, já aprovada pela Anvisa, mas, então, a gente começa a vacinar os adolescentes ao longo do mês de agosto", afirmou Paes.

Ainda de acordo com o prefeito, todos os cariocas estarão completamente imunizados com as duas doses contra a covid-19 até novembro.

3ª dose para idosos em outubro

Eduardo Paes e Daniel Soranz também falaram sobre a possibilidade de uma terceira para idosos acima dos 80 anos a partir de outubro. A medida, que ainda não tem posição oficial do Ministério da Saúde, é vista como opção para reforçar as duas primeiras doses.

"Se houver queda de imunidade nos de 80 anos ou mais, ainda estamos analisando a possibilidade de fazer um reforço de terceira dose nesse grupo no mês de outubro", afirmou o secretário municipal de Saúde, acrescentando que a vacinação em massa em Paquetá, estudo realizado com apoio da Fiocruz (fundação Oswaldo Cruz), vai ajudar "a tomar essa decisão."

De acordo com Soranz, a aplicação da terceira dose nos idosos acima de 80 anos em outubro será seguida pela faixa etária dos acima de 70 anos, em novembro, e acima de 60 anos, em dezembro.

"Essa é uma decisão super importante, mas ainda está em discussão porque temos que garantir que essa população, que tem mais dificuldade de produzir anticorpos, esteja devidamente imunizada. Claro que para isso ainda faltam algumas análises, mas é muito importante que a gente se planeje", disse Soranz.

Saúde