PUBLICIDADE

Topo

Cidade do Rio atinge 50% da população total vacinada com a 1ª dose

09.jul.2021 - Eduardo Paes renova medidas de restrição contra a covid-19 - Marcelo Piu/Prefeitura do Rio de Janeiro
09.jul.2021 - Eduardo Paes renova medidas de restrição contra a covid-19 Imagem: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio de Janeiro

Lola Ferreira

Do UOL, no Rio

09/07/2021 17h42

A cidade do Rio de Janeiro atingiu o índice de 50% da população total vacinada com a primeira dose contra a covid-19. Os números estão disponibilizadas no painel de monitoramento da prefeitura e foram anunciados pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) na manhã de hoje.

O número corresponde a 3.274.137 pessoas, de acordo com os números mais atualizados no painel. Em relação à população-alvo da campanha de vacinação, ou seja, pessoas com mais de 18 anos, o Rio de Janeiro já alcançou 64,5% com a primeira dose.

O total de cariocas com esquema vacinal completo, ou seja, que tomaram duas doses necessárias ou a dose única, é de 18,4% da população total e 23,5% da população-alvo. O prefeito reafirmou que pretende vacinar toda a população adulta com a primeira dose até o dia 15 de agosto.

Também hoje, Paes e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, anunciaram que as medidas de restrições para conter a doença na cidade estão mantidas até o dia 26 de julho. A única restrição total é em relação ao funcionamento de boates, danceterias e à realização de festas com venda de ingressos.

Rodas de samba, cinemas e restaurantes estão liberados, desde que respeitem distanciamento de um metro e meio entre os clientes. Shows podem acontecer desde que as casas ocupem apenas 40% da capacidade, caso seja em local fechado, e 60%, caso seja em local aberto. As autoridades reforçam a necessidade do uso de máscaras, de higienização das mãos e de distanciamento.

A capital fluminense já registrou 373.959 casos de covid-19 e 29.095 óbitos. A taxa atual de ocupação de leitos para a doença hoje é de 53%, com 561 pessoas internadas. Paes acredita em um cenário "muito diferente do atual", positivamente, no segundo semestre.

A intenção é ter todos acima de 18 anos com a primeira dose até meados de agosto. A vacina está salvando vidas."

Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro

Atualmente, apenas 5 das 33 regiões administrativas da capital estão avaliadas com risco moderado, todo o restante está em nível alto. Nenhuma está em nível muito alto. A Prefeitura do Rio calcula esse índice a partir das internações e óbitos. A situação é a mesma da última semana.

O calendário de vacinação segue: amanhã, há a repescagem para todos acima de 40 anos. Na quarta (14), gestantes, puérperas e lactantes podem se vacinar. A repescagem para pessoas com deficiência é nos dias 12 e 17 de julho. A partir da segunda (12), a cidade vacina cariocas com 39 anos, com dois dias para cada idade até o sábado (16), onde se vacinam aqueles com 37 anos.