PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Após perder 14 kg, Jojo Todynho retira balão gástrico; veja como funciona

Jojo usou dispositivo no estômago por 25 dias - Reprodução/Instagram
Jojo usou dispositivo no estômago por 25 dias Imagem: Reprodução/Instagram

Do VivaBem*, em São Paulo

21/04/2021 18h12

Jojo Todynho contou, nesta quarta-feira (21), que retirou o balão gástrico após perder 14 kg. A funkeira havia colocado o dispositivo há menos de um mês e tinha explicado que não tinha relação com estética, mas, sim, com a saúde dela.

"Quero agradecer a todos pelo carinho. Fui fazer a retirada do balão, porque ele estava me causando muito desconforto. Fiquei 25 dias com ele, perdi 14 kg. Agora, é tomar vergonha na cara e me cuidar", falou no Instagram.

O balão gástrico funciona da seguinte maneira: é uma esfera feita de silicone que é colocada no estômago do paciente por meio da endoscopia. O volume do balão vai de 400 ml a 700 ml, mas ele entra vazio e é inflado já dentro do órgão digestivo. É a equipe médica que avalia qual será o volume adotado.

Esse dispositivo fica de seis meses a um ano dentro do organismo e que, em média, o paciente perde nesse período de 15 a 20% do peso corporal total.

O balão é uma ferramenta de emagrecimento, que serve para que o paciente tenha saciedade precoce e coma em menor quantidade. Se ele come mais, pode ocorrer alguns desconfortos como náuseas e vômitos, mas não é uma regra. Esses sintomas podem acontecer principalmente no início do tratamento, especificamente nos três primeiros dias e, com ajuda de remédios, passa rapidamente.

Técnica indicada para combater obesidade e sobrepeso, o balão é apenas uma barreira física no estômago. Depois de retirado, a luta é para que o paciente não engorde novamente os quilos que já perdeu e o segredo é a reeducação alimentar.

Até por isso, o tratamento com o balão gástrico exige uma dieta rigorosa no início. Os primeiros dez dias, aproximadamente, permitem apenas a ingestão de líquidos. Depois, a pessoa deve seguir comendo devagar, nas horas certas, escolhendo alimentos que deem saciedade, evitando fast food, macarrão e pizza, por exemplo.

* Com informações de reportagem publicada no dia 10/03/2017.

Saúde