PUBLICIDADE

Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Para quem tem rinite, nebulização com soro gelado descongestiona o nariz?

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

06/04/2021 04h00

Resumo da notícia

  • Realmente, o correto para tratar e prevenir a rinite é a limpeza nasal de duas a três vezes por dia com soro fisiológico, mas em temperatura ambiente
  • O soro gelado faz com que o nariz tenha que fisiologicamente aumentar o seu desempenho, o que pode até piorar a obstrução
  • Quanto aos descongestionantes vendidos em farmácias, não use sem recomendação médica

Usar o soro gelado não é recomendado, porque isto faz com que o nariz tenha que fisiologicamente aumentar o seu desempenho, o que pode até piorar a obstrução. Realmente, o correto para tratar e prevenir a rinite é a limpeza nasal de duas a três vezes por dia com soro fisiológico, mas em temperatura ambiente. Aplique o líquido nas narinas até limpar bem. Isto retira sujeiras e umidifica o local, melhorando o desempenho das funções do nariz de purificar, umidificar e aquecer o ar inspirado.

Também pode-se usar sprays comprados em farmácias e que vêm em uma embalagem que mantém o soro estéril. Eles proporcionam um jato mais forte e contínuo, porém o custo é mais alto. Independentemente da escolha, o importante é usar o líquido em flaconetes, que têm a quantidade certa para a lavagem e é descartado em seguida. Algumas pessoas preferem comprar os frascos maiores de soro, mas depois de aberto será necessário guardá-lo na geladeira para evitar contaminação. E como o soro deve ser usado sempre na temperatura ambiente ou próximo da nossa temperatura corporal, isso acaba dificultando o aproveitamento do líquido. Daí a importância do flaconete.

Quanto aos descongestionantes vendidos em farmácias, não use sem recomendação médica. Esses tipos de medicamentos, quando usados por longos períodos, levam ao chamado efeito rebote, ou seja, depois de um tempo, o nariz volta a ficar entupido. Além disso, quando usados por mais de 2 ou 3 dias ou em um período maior do que a orientação do otorrinolaringologista, também podem causar doenças cardíacas, aumento de pressão arterial, glaucoma, perfurações septais e sangramentos no nariz.

A rinite é um processo de inflamação da mucosa do nariz que leva principalmente à obstrução nasal, coriza e ao prurido. Sua causa pode ser alérgica, por contato com algum elemento que leve ao problema, como o ácaro, por exemplo, ou não alérgica, nos casos de mudança de temperatura, irritações por produtos químicos ou pelo contato com vírus e bactérias que causam os sintomas mencionados.

É sempre importante consultar seu otorrinolaringologista para tratamento e orientações adequadas. Mas, no dia a dia, além da limpeza nasal com soro fisiológico, para quem tem rinite alérgica é importante também saber o alérgeno que causa o problema e evitar o contato com estes elementos.

Se o nariz entope por conta de ácaros, troque as roupas de cama a cada semana e mantenha a casa sempre arejada. Para quem tem rinite causada pelo pólen, deve-se evitar secar roupas de cama no varal, para não juntar no tecido os grãos que vem das flores. Já os animais de estimação devem sempre ficar longe do quarto onde se dorme. Ou seja, o importante realmente é saber que tipo de rinite você tem e, para isto, é necessária uma avaliação médica.

Fontes: Eduardo Baptistella, médico otorrinolaringologista e presidente da ABORL-CCF (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial); Norma Penido, coordenadora de equipe de otorrinolaringologia do Hospital 9 de Julho, em São Paulo e livre-docente da EPM/Unifesp (Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo); Fernão Costa, otorrinolaringologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no VivaBem.

Pergunte ao VivaBem