Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Uso descongestionante nasal sempre. Corro o risco de ficar viciado?

Pergunte remédios para desentupir o nariz
Imagem: Fernanda Garcia/UOL VivaBem

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

20/08/2019 04h00

Existe sim o risco de viciar em remédios para desentupir o nariz. Primeiramente porque eles tratam apenas o sintoma, sem resolver a causa, ou seja, quando o efeito passa, o nariz volta a ficar congestionado. Além disso, o período de duração do efeito desses medicamentos é curto, apenas de quatro horas, o que leva a várias reaplicações.

O nariz entope devido a um inchaço dos vasos sanguíneos da região, que podem estar inchados por causa de alguma irritação, alergia, vírus ou bactéria. Ao reduzir o tamanho desses vasos, os remédios melhoram a passagem do fluxo de ar pela narina, fazendo com que a pessoa respire com mais facilidade. No entanto, provocar esse estreitamento e reabertura dos vasos pode criar um processo crônico e a congestão vai se tornando insistente entre cada reaplicação. Há outro fator agravante: algumas pessoas desenvolvem até rinites medicamentosas pela exposição prolongada a esses remédios.

Então, por mais que os descongestionantes nasais sejam facilmente vendidos nas farmácias, sem a necessidade de um pedido médico, o ideal é que o paciente utilize apenas após a recomendação do otorrinolaringologista. Será esse profissional o responsável por avaliar qual é a causa do nariz entupido e como tratá-la. Além disso, ele indicará os momentos mais adequados para aplicação do medicamento.

É válido ressaltar que a superdosagem dos descongestionantes nasais pode levar à palpitação, irritação na garganta (tosse ou ardor) e sensação de nariz seco com formação de crostas dentro do canal respiratório. Além disso, a utilização dessa medicação em crianças e idosos necessita de ainda mais cuidados, já que o uso excessivo pode ocasionar sedação e sonolência, devido à depressão do sistema nervoso central que esse remédio causa em quem usa.

Por fim, os descongestionantes nasais são contraindicados para pacientes com glaucoma, cardiopatia, hiperparatireoidismo, hipertensão arterial, hiperplasia (aumento) da próstata e gestantes, devido aos efeitos colaterais prejudiciais nesses pacientes.

Fontes: Eduardo Landini Lutaif Dolci, otorrinolaringologista professor da Santa Casa de São Paulo e médico da Clínica Dolci, em São Paulo; Fausto Nakandakari e Tatiana Alves Monteiro, ambos otorrinolaringologias do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo; Paulo Lazarini, otorrinolaringologista do Hospital Sepaco, em São Paulo.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no UOL VivaBem.

Pergunte ao VivaBem