PUBLICIDADE

Topo

Equilíbrio

Cuidar da mente para uma vida mais harmônica


Equilíbrio

Estudo: terapias sem remédio podem tratar depressão em pessoas com demência

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

26/03/2021 16h54

Terapias não medicamentosas se mostraram eficazes no tratamento da depressão em pessoas com demência, segundo um estudo publicado no periódico BMJ nesta quarta-feira (24). Entre elas, estão exercícios, estimulação mental e massagem, que mostraram mais eficácia do que algumas drogas.

Apesar das limitações do estudo, os pesquisadores disseram que as descobertas sugerem que os médicos deveriam usar mais métodos sem uso de medicamentos para tratar a doença nessas pessoas com demência.

Como o estudo foi feito?

Os cientistas revisaram 256 estudos que incluíram um total de mais de 28 mil pessoas com demência, com ou sem depressão grave.

As terapias benéficas que os pesquisadores incluíram foram: estimulação cognitiva, exercício, terapia de reminiscência (que ajuda as pessoas com demência a lembrar eventos, pessoas e lugares de suas vidas), estimulação mental com um inibidor da colinesterase (um medicamento usado para tratar a demência), massagem e terapia de toque.

Outras terapias úteis são cuidados multidisciplinares; psicoterapia combinada com terapia de reminiscência e modificação ambiental; terapia ocupacional; exercício combinado com interação social e estimulação mental e terapia animal.

Quais foram os resultados?

Três abordagens - massagem e terapia de toque, estimulação mental com um inibidor da colinesterase e estimulação mental combinada com exercícios e interação social - foram consideradas mais eficazes do que algumas drogas.

O estudo teve limitações, segundo os pesquisadores, como não ter avaliado a gravidade dos sintomas de depressão, os efeitos em diferentes tipos de demência ou os custos ou danos potenciais das intervenções medicamentosas e não medicamentosas. No entanto, eles disseram que os pontos fortes do estudo incluem o grande número de artigos revisados

Por que este estudo é importante?

De acordo com os autores, prestadores de cuidados de saúde, cuidadores e pacientes podem utilizar da descoberta para colocar as medidas em prática. Além disso, os médicos também devem pensar em estratégias sem uso de medicamentos para tratar os pacientes com demência que sofrem de depressão.

Equilíbrio