PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Estudo alemão identifica paciente zero e cadeia de transmissão do vírus

Laboratório na Alemanha analisa exames de casos de suspeita de coronavírus - Marijan Murat / dpa / AFP
Laboratório na Alemanha analisa exames de casos de suspeita de coronavírus Imagem: Marijan Murat / dpa / AFP

De Viva Bem

20/05/2020 15h52

Pesquisadores alemães conseguiram identificar o momento em que o coronavírus chegou ao país. A paciente zero é uma mulher que viajou de Xangai para a Alemanha para ter reuniões de negócio.

Na semana anterior à viagem, a mulher recebeu visita de seus pais que viviam em Wuhan, então epicentro da doença.

Em 19 de janeiro, a paciente chegou ao estado da Baviera, já contaminada, mas sem saber. Os primeiros contágios em território alemão aconteceram na sede da Webasto em Stockdorf, perto de Munique.

A paciente começou a sentir os primeiros sintomas na viagem de volta e só em 26 de janeiro teve seu diagnóstico confirmado, então comunicou à empresa.

Segundo os cientistas, que publicaram um estudo detalhado na revista Lancet, os 16 primeiros casos na Alemanha surgiram deste contato. Todos se recuperaram.

Contudo, eles tiveram dificuldade para relacionar alguns casos, em especial a cadeia de contágio entre os pacientes 4 e 5. A única vez que eles estiveram juntos foi no refeitório da empresa e um deles pediu para o companheiro passar o saleiro.

Eles estavam de costas um para o outro e esse foi o único contato entre eles. Os pesquisadores concluíram que o episódio do saleiro pode ter causado a transmissão.

Saúde