PUBLICIDADE

Topo

Limão ajuda na digestão: veja 7 benefícios dessa fruta cítrica

iStock
Imagem: iStock

Samantha Cerquetani

Colaboração para o VivaBem

06/04/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O limão é uma fruta cítrica popular que contém vitamina C e minerais importantes
  • Há diversas espécies, mas os tipos mais comuns no Brasil são: galego, siciliano, cravo e tahiti
  • O consumo regular ajuda a aumentar a imunidade, melhora a absorção de ferro e faz bem para o coração
  • A água com limão ainda não tem comprovação científica de que proporcione benefícios
  • Além da limonada, a fruta pode ser ingrediente de receitas doces e salgadas e usada para temperar saladas

Famoso pela limonada, usado como tempero de saladas ou em ingredientes de receitas variadas, a presença do limão é bastante frequente na mesa dos brasileiros. Ele é uma das frutas cítricas mais populares e se destaca pelo sabor mais azedinho e pelas propriedades nutricionais —contém vitaminas, principalmente a C, e minerais como cálcio, ferro, fósforo, cobre e magnésio.

Acredita-se que existam dezenas de tipos de limão em todo o mundo e que o alimento foi cultivado inicialmente na Ásia. Mas, no Brasil, os mais comuns são: galego, siciliano, cravo e tahiti. E apesar de terem características distintas, tanto na aparência quanto no sabor, eles possuem propriedades nutricionais semelhantes e proporcionam benefícios para a saúde.

Incluir o limão na dieta é uma boa alternativa para aumentar a imunidade e agregar mais sabor nas receitas. Ele também é pouco calórico —32 kcal em 100 g (limão tahiti). A seguir, veja detalhes dos benefícios e as formas de consumo do limão.

1. Melhora a digestão

Consumir limão com regularidade ajuda a retardar a digestão de açúcares e amidos e também no funcionamento intestinal. Isso porque o alimento contém pectina, que é uma fibra solúvel. O suco de limão também estimula a produção de enzimas digestivas e a bile, que é uma substância produzida pelo fígado e ajuda na digestão de gorduras.

2. Ajuda a prevenir derrames

A fruta possui flavonoides que ajudam a diminuir o risco de AVC. Um estudo realizado com cerca de 69 mil mulheres indicou que aquelas que consumiam mais frutas cítricas como limão tinham menos chances de ter um derrame isquêmico, que acontece quando um coágulo sanguíneo bloqueia o fluxo de sangue para o cérebro.

3. Aumenta a absorção do ferro

A fruta ajuda a absorver o ferro dos alimentos vegetais devido à presença da vitamina C, que aumenta a absorção do mineral pelo intestino delgado. Por isso, consumir limão contribui para diminuir o risco de anemia por deficiência de ferro. Vale lembrar que o ferro está presente em carnes, folhas verde-escuras e leguminosas como o feijão. Nesses casos, o limão pode ser usado para temperar saladas ou em sucos acompanhando as refeições principais.

4. Aumenta a imunidade

Os alimentos que possuem vitamina C e outros antioxidantes ajudam a fortalecer o sistema imunológico, o que pode prevenir doenças como resfriados e o tempo da doença no organismo. O limão contém cerca de 38 mg de vitamina C. Esse nutriente protege as células dos danos causados pelos radicais livres e aumenta a produção de glóbulos brancos, que são responsáveis por combater microrganismos e estruturas estranhas ao corpo.

Lembrando que o organismo não consegue sintetizar ou armazenar a vitamina C, precisando repor com alimentos que tenham esse nutriente. Por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada para melhorar a imunidade.

5. Diminui riscos de doenças cardiovasculares

A vitamina C previne a formação de placas de gordura nas artérias, auxiliando na diminuição do risco de doenças cardíacas. Isso porque esse nutriente melhora a elasticidade das artérias. Uma pesquisa da Harvard School of Public Health mostrou que o consumo de frutas e vegetais, principalmente os que são ricos em vitamina C, ajuda a proteger o organismo dos problemas cardiovasculares.

6. Faz bem para a pele

A vitamina C é um antioxidante que neutraliza os efeitos dos radicais livres, diminuindo os danos celulares e retarda o envelhecimento precoce da pele. Alguns nutrientes do limão estimulam a síntese do colágeno, que é a mais importante proteína estrutural da pele, responsável pela firmeza e elasticidade, diminuindo as rugas. É muito importante ter cuidado ao manusear a fruta, uma vez que ao ser exposta ao sol e calor pode causar manchas no rosto ou mãos.

7. Diminui sintomas de doenças respiratórias

Consumir limão também pode contribuir para aliviar sintomas de doenças respiratórias como asmas e resfriados, por exemplo. Esse benefício ocorre também pela presença da vitamina C. Os alimentos com propriedades antioxidantes e/ou anti-inflamatórias podem ser benéficos nesses casos.

Benefícios em estudo

- Ajuda a prevenir o câncer: algumas pesquisas realizadas em tubos de ensaio mostraram que as frutas cítricas, como os limões, podem prevenir o câncer. Um estudo divulgado pelo Journal Food & Function mostrou que a fruta pode ser eficiente no combate ao câncer de mama. Além disso, um estudo realizado com cobaias indicou que algumas substâncias encontradas nos limões impediam o desenvolvimento de alguns tipos de cânceres. Vale ressaltar que esse benefício ainda não foi comprovado em humanos e são necessárias muitas pesquisas para indicar se o limão realmente tem um potencial anticâncer.

- Ajuda a emagrecer: diversos estudos científicos são realizados para comprovar que o limão ajuda no controle do peso. Sabe-se que consumir frutas ricas em flavonoides contribui com uma menor ingestão de alimentos e diminuição de gorduras e estresse oxidativo.

Uma pesquisa mostrou que alguns compostos vegetais encontrados nos extratos de limão podem reduzir o ganho de peso. Além disso, um estudo realizado em roedores indicou que os polifenóis da casca reduzem o peso e a gordura corporal. Mas, ainda não foram realizados testes em humanos que comprovem que o consumo de limão diminui o peso ou proporciona saciedade.

Água com limão também proporciona benefícios?

Provavelmente você já ouviu falar que água com limão ajuda a desintoxicar o organismo e até mesmo emagrecer. Mas, não existe comprovação científica de que ao ingerir a bebida ocorram esses benefícios.

Outra fake news bastante frequente em relação à água com limão é que o seu consumo regular ajuda a prevenir ou combater o câncer. Apesar de a fruta ajudar na imunidade, a água com limão não tem o poder de controlar as células cancerosas. E não há também qualquer estudo científico que comprove essa teoria sobre a bebida.

Cabe aqui reforçar que, de acordo com os especialistas consultados, nenhum alimento sozinho tem a capacidade de engordar, emagrecer ou realizar "curas milagrosas". O ideal é manter uma dieta equilibrada e fazer atividades físicas regulares para melhorar a qualidade de vida e a saúde física e mental.

Riscos e contraindicações

Os limões são considerados seguros, mas pessoas com problemas estomacais como gastrite e refluxo gástrico devem evitá-lo, pois sua composição é ácida e pode exacerbar os sintomas. Além disso, pelo seu teor ácido, quem tem aftas ou feridas na boca podem sentir ardência na hora do consumo.

É menos comum, mas algumas pessoas podem apresentar sensibilidade ao ácido cítrico e ter sintomas como dores de cabeça. Nesses casos, é melhor evitar o consumo de limão. Outro cuidado que deve ser tomado é em relação à saúde oral: recomenda-se evitar a escovação dos dentes imediatamente após consumir alimentos muito ácidos como o limão para evitar a maior suscetibilidade no processo de erosão do esmalte dos dentes.

Formas de consumo

A forma mais popular do consumo do limão é a limonada, principalmente em dias mais quentes, por ser uma bebida refrescante. A receita tradicional leva apenas limão, água e açúcar ou outro tipo de adoçante. Mas, por ser uma fruta bastante versátil, o limão faz parte de diversas preparações culinárias, doces e salgadas e também no tempero de saladas e carnes.

Um doce bastante apreciado é a torta de limão. Mas, a fruta também é ingrediente de sobremesas como bolos, muffins, cupcakes, cheecakes, pavês, mousses, picolés e sorvetes de massa.

Entre as bebidas, destaca-se a limonada suíça, que leva limão, leite condensado, água e açúcar; e também é ingrediente de drinques como a clássica caipirinha. O limão também pode incrementar sucos e chás.

Fontes: Camila Cortizo Lucas, nutricionista e coordenadora do Ambulatório de Nutrição do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE); Marcela Voris, nutróloga e diretora da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia); Clarissa Fujiwara, nutricionista da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica) e coordenadora de Nutrição da Liga de Obesidade Infantil do HC-FMUSP; e Lígia dos Santos, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo.

Revisão técnica: Lígia dos Santos.

Benefícios dos alimentos