Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Uso muito o computador e celular. Isso causa problema de visão?

Pergunte Celular
Imagem: Fernanda Garcia/UOL VivaBem

Daniel Navas

Colaboração para o UOL VivaBem

23/07/2019 04h00

Sim, e a condição tem até nome específico: síndrome visual do computador (SVC). Ela é caracterizada por problemas de visão e oculares variados, principalmente fadiga visual e a síndrome do olho seco, provocados pelo uso excessivo do computador, celular e tablet.

A fadiga ocular tende a ocorrer depois de duas horas ou mais em frente à tela de aparelhos eletrônicos. Como a tela desses dispositivos possui detalhes que exigem grande esforço visual para que as imagens fiquem bem definidas, isso acaba causando contração dos músculos intraoculares, também muito exigidos para manter o foco em distâncias curtas, o que gera cansaço visual e dificuldade de obter o foco ideal.

Já a síndrome do olho seco é o nome dado para um conjunto de doenças e condições relacionadas à falta de umidade e de lubrificação dos olhos. O problema pode ocorrer por excesso de evaporação, baixa produção ou qualidade inadequada da lágrima. Alterações hormonais, fatores nutricionais e uso de alguns medicamentos, como anti-hipertensivos e antidepressivos estão associados à maior ocorrência de olho seco. Porém, fatores ambientais também causam o problema, e isso inclui o uso excessivo de computador e celular.

Quando estamos lendo ou em frente às telas dos aparelhos eletrônicos, ocorre uma diminuição de até quatro vezes na frequência do piscar, o que leva à evaporação excessiva da lágrima e, consequentemente, ao olho seco.

Portanto, ao perceber sintomas como secura, dor, ardor e prurido ocular, sensibilidade à luz, sensação de peso nas pálpebras, olhos vermelhos, visão embaçada, cansaço visual, cefaleia, lacrimejamento e visão dupla, o primeiro passo é buscar a ajuda de um oftalmologista.

O profissional irá realizar o diagnóstico e indicar o melhor tratamento, que geralmente envolve o uso de colírios para o olho seco e indicação do uso de óculos. Para evitar problemas de visão associados à utilização excessiva de aparelhos eletrônicos, a Academia Americana de Oftalmologia recomenda intervalos de 15 minutos a cada duas horas de uso contínuo de computador. Outra indicação é a regra dos 20/20/20: após 20 minutos de uso de computador, olhe para um objeto que esteja distante cerca de 6 metros ou mais por 20 segundos. Também é aconselhado que:

  • O celular fique a 30 cm de distância dos olhos;
  • O monitor do desktop ou laptop esteja entre 60 cm a 76 cm distante de você;
  • Televisão fique em torno de 3 metros de distância da visão;
  • Você minimize os reflexos na tela, alterando a posição do monitor ou das luzes.

E atenção: casos muito intensos de síndrome visual do computador podem ser confundidos com doenças mais graves, como os ataques isquêmicos transitórios. Por isso, é importante uma avaliação completa com o oftalmologista, que envolve história clínica bem investigada e detalhes a respeito de hábitos diários de uso de dispositivos eletrônicos. Um exame completo com refração, acuidade visual, biomicroscopia e fundo de olhos são essenciais para diagnóstico e tratamento de condições que podem piorar a SVC.

Fontes: Lisia Aoki, oftalmologista do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo); Marcelo Hatanaka, chefe do setor de glaucoma do HC-FMUSP e secretário geral da SBG (Sociedade Brasileira de Glaucoma); Maria Auxiliadora, coordenadora da comissão de ensino do CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia) e diretora do departamento de oftalmologia da Santa Casa de São Paulo; e Myrna Serapião, oftalmologista, especialista em córnea e doenças oculares externas e diretora clínica do H. Olhos, em São Paulo.

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no UOL VivaBem.

Mais Pergunte ao VivaBem