PUBLICIDADE

Topo

Sexo

Sedução com segurança: sexólogas dão dicas para sexting perfeito

Getty Images
Imagem: Getty Images

Rafaela Polo

de Universa, de São Paulo

09/04/2022 04h00

Quem foi que disse que as preliminares precisam começar na cama? O tesão pode ir aumentando, aos poucos, enquanto vocês estiverem longe de casa. Basta saber o que mandar por? mensagem! O sexting é uma técnica antiga de sedução que ganha cada vez mais recursos com o avanço da tecnologia.

Mas não é porque dá para fazer tudo que você deve usar de 100% dos recursos do aplicativo de mensagem. Primeiro é necessário ter certeza que a pessoa com a qual você resolveu trocar conteúdos picantes é alguém de confiança e que não usará nada do que foi dito e enviado contra você depois que, por exemplo, a relação não existir mais. "É preciso entender se você está fazendo aquilo porque quer e não por algum pedido só do outro ou suborno. Há situações que podem te colocar em perigo. É necessário o mínimo de segurança para perceber que você não caiu na manipulação por carência. Esse cuidado é fundamental", diz a sexóloga Lelah Monteiro.

Universa fez um pequeno guia sobre o que fazer e como usar o sexting como um ótimo recurso para melhorar sua vida sexual.

Evite se expor

Segurança é fundamental na hora do sexting - e cuidados nunca são demais. Confira, antes de clicar no enviar, se é para aquele contanto mesmo que você queira mandar e, sempre que se fotografar ou filmar, evite mostrar partes do corpo que podem expor quem você é. "Se for fazer uma foto ou vídeo sensual, por exemplo, proteja a sua tatuagem, mesmo que seja de forma sutil", diz Lelah. Assim, mesmo que algo aconteça com o celular de quem recebeu você estará sempre protegida de vazamentos indesejados.

Dê dicas para começar

Se você não sabe por onde começar essa conversa, vá aos poucos. "Comece sutil. Tem quem se ofenda se você já começa a conversa com uma pegada sexual. Vá devagar e veja se a pessoa está no seu ritmo", diz mestre em Psicologia e especialista em Sexualidade da Plataforma Sexo sem Dúvida, Carolina Freitas. Mande para a pessoa uma matéria, uma foto ou comece puxando o assunto sobre alguma cena de filme para ver onde a conversa vai chegar. "Pode dizer que uma amiga falou ou que leu um artigo em algum lugar", diz Lelah. Dá até para usar datas especiais como uma maneira de começar essa conversa dizendo que vocês merecem algo especial neste dia.

Se vai rolar um date mais tarde, por exemplo, dê dicas do que você espera que aconteça nesse encontro. "Descreva o que você gostaria de fazer, o que gostaria que acontecesse, o beijo que espera dar. Claro que é importante respeitar o espaço do outro, mas se a conversa é consensual e a pessoa está respondendo, vale seguir", diz a sexóloga Michelle Sampaio.

Tenha clareza de seus pedidos

Sim, mandar emoji pode dar aquela dica certeira de que você está buscando algo a mais. "Eles podem facilitar o papo, porque têm conotação erótica. Sejam as gotículas, o fogo, a boquinha salivando, um beijo? Tudo ajuda a compor o repertório de sexting", diz Michelle. Mas é legal ser direta nas palavras também. "Não fique em cima do muro. Diga o que quer e espere o outro te responder. Emoji abre muita margem para interpretação", diz Lelah. Para o texting também ser algo divertido, a especialista afirma que é necessário encarar as vontades.

Seja criativa

Não tem fórmula mágica para a perfeição, mas você pode chegar perto disso sendo você mesma. "A ousadia é algo que ajuda a mulher a chegar naquela mensagem 100% certeira. Quanto mais ela se permitir, sem medo de julgamento, melhor. Não tem fórmula mágica", diz a sexóloga. Crie seus próprios recursos sem medo. O que deu certo para uma amiga, pode não ficar natural na hora que você for fazer. A criatividade é a sua melhor amiga na hora do sexting.

Use como preliminar

Comece a aquecer o sexo da noite durante o expediente com essas pegadas mais quentes. Para quem está em um relacionamento longo, essa pode ser uma ótima opção para mudar um pouco a vida sexual. "Essa tática vai lembrar que, mesmo estando juntos há muito tempo, ainda existe uma sedução ali", diz Carolina.

Sexo