PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Pés descalços: conexão com solo melhora saúde mental e emocional

Claudia Dias

Colaboração para Universa

17/07/2021 04h00

Terra, grama, areia? Se você não tem o costume de andar descalço em contato com o solo natural, deveria incluir esse hábito na sua rotina. É que a conexão com a natureza é alternativa para reequilibrar energias. Existe até uma técnica chamada "grounding" (do inglês aterramento, enraizamento),que visa promover o bem-estar do corpo e da mente.

"Há várias formas de se conectar com a mãe Terra: por meio de caminhada, sentando-se ou deitando-se com o corpo em contato direto com o solo, por exemplo. Ficar descalço, sem sapatos ou meias, é importante para que exista a troca de energia", pontua Silvana Fortaleza, especialista em orientação parapsicológica social e institucional e terapeuta de reiki e cone hindu.

Segundo ela, o efeito é o mesmo que um bom banho de rio, cachoeira ou mar.

Ande e respire

Conectar-se com a terra deveria ser um hábito diário ou, no mínimo, semanal. A prática de andar descalço na terra, na grama ou na areia pode ser adotada de acordo com o tempo disponível da pessoa. "Mas, para melhores resultados, a recomendação é fazer esse contato ao menos duas vezes na semana, com duração entre 20 e 30 minutos", orienta Silvana.

Detalhe importante: enquanto a pessoa se mantém conectada com o solo, descalça, deve ficar atenta à respiração. "Ao inspirar, mentalize coisas boas, como: mais saúde, vitalidade, harmonia, paz, amor, gratidão, prosperidade. E ao expirar, elimine o que está em desarmonia", ensina.

E se não tem terra por perto?

Para quem não tem um cantinho com areia, terra e/ou grama em casa, nem condições de ir a um parque ou gramadão com frequência, pode substituir o contato com a natureza por algumas práticas que favorecem a harmonização energética dentro do próprio lar.

De acordo com a terapeuta, pode-se criar um cantinho acolhedor na residência, fazendo uma referência direta à natureza. Devem ser acomodados ali plantas naturais, cristais, aromatizador elétrico de ambiente ou incenso, fonte de água decorativa (ou música ambiente com sons naturais) e, por fim, tapetinho ou poltrona para a pessoa se sentar por alguns minutos a fim de relaxar corpo e mente.

"É um lugar para se desfrutar da própria companhia", observa Silvana. Ali, com roupa confortável, pés descalços e desconectado de tudo, a dica é fazer um escalda-pés, combinando algumas ervas para melhorar a frequência energética.

Como preparar o escalda-pé

A terapeuta indica fazer um mix com ervas frescas ou desidratadas, mesclando cerca de três variedades diferentes. Algumas sugestões de Silvana são:

1. Alecrim, lavanda e arruda

2. Guiné, anis-estrelado e camomila

3. Camomila, manjericão e lavanda

4. Louro, calêndula e eucalipto

"Caso não tenha três ervas diferentes, pode-se utilizar uma erva de preferência", acrescenta.

Para o escalda-pé, deve-se aquecer em torno 2 litros de água. Depois, colocar o líquido em uma bacia com as ervas escolhidas, deixando chegar a uma temperatura agradável para colocar os pés. Se quiser, vale acrescentar cristais na água, como: ametista, quartzo rosa, olho de tigre e citrino.

Os pés devem ficar imersos por aproximadamente 15 ou 20 minutos. Enquanto isso, recomenda-se fazer um exercício de respiração consciente, inspirando e expirando o mais lentamente possível. Músicas relaxantes e mantras preferidos também podem ser úteis no momento.

Alto Astral