PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Plantas têm poderes ocultos: conheça propriedades vibracionais e como usar

Conheça a Fitoenergética, sistema que parte do princípio de que os vegetais possuem um campo de energia capaz de influenciar a anatomia sutil dos seres vivos. - Getty Images/iStockphoto
Conheça a Fitoenergética, sistema que parte do princípio de que os vegetais possuem um campo de energia capaz de influenciar a anatomia sutil dos seres vivos. Imagem: Getty Images/iStockphoto

Claudia Dias

Colaboração para Universa

28/10/2020 04h00

Mais que enfeitar um ambiente a ajudar a purificar o ar, as plantas também têm poderes ocultos, sabia? É o que defende a Fitoenergética, sistema que parte do princípio de que os vegetais possuem um campo de energia capaz de influenciar a anatomia sutil dos seres vivos.

Segundo Patrícia Cândido, pesquisadora na área da espiritualidade há quase duas décadas e embaixadora mundial da Fitoenergética, a prática (integrativa e complementar) enfoca o poder oculto das plantas, relacionado às propriedades vibracionais - energia sutil - de cada uma delas.

"Até agora, a pesquisa da Fitoenergética catalogou 118 plantas. Se aplicada a técnica adequada de fitoalquimia, todas elas oferecem propriedades benéficas para as pessoas e para o equilíbrio, por meio da energia", garante Patrícia, que assina o prefácio do livro "Fitoenergética - A Energia das Plantas no Equilíbrio das Almas" (de Bruno Gimenes, pela Luz da Serra Editora), onde são apresentadas as plantas já classificadas.

De acordo com a pesquisadora, as plantas podem ser usadas para equilibrar os chakras pessoais, o campo energético de animais, ambientes, um conjunto de pessoas e até de metas específicas.

Benefícios da plantas

Patrícia explica que, da mesma forma que ocorre com práticas mais conhecidas, a Fitoenergética não age de modo que desequilibre as energias. "Logo, não existem contraindicações, nem mesmo malefícios no seu uso", argumenta.

Para ela, um exemplo claro da eficiência é quando as pessoas se afastam demais da natureza e, logo, sentem a necessidade de se reconectar, bastando um passeio por parque com muitas árvores, o cultivo de jardins e hortas ou mesmo andar descalço na grama para que o bem-estar seja alcançado.

Ela afirma que as plantas trazem uma série de benefícios, entre os quais: harmonia nos relacionamentos, conquista de metas, cura de emoções negativas, melhora da memória, alívio do desgaste emocional e desenvolvimento do perdão e da compaixão.

Estudos do nível de energia são realizados por terapeutas especializados, que identificam se determinada planta atua no campo físico, mental, emocional ou espiritual, bem como a maneira que age nesse equilíbrio - se é estimulante, se traz calma e introspecção, se gera um efeito tranquilizante, por exemplo.

Como usar as plantas

Uma das maneiras mais conhecidas e praticadas para tirar proveito das plantas inclui os chás. "Pode-se utilizar a energia com a infusão de uma planta única ou com a combinação de várias, dependendo da propriedade que você quer para sua vida naquele momento", pontua Patrícia.

A recomendação é só aquecer (não ferver) a água em chama de calor não artificial - ou seja, não podem chaleiras elétricas ou micro-ondas - para extrair a fitoenergia. "Imponha as mãos, faça uma oração, meditação ou pensamento positivo e, depois, consuma", orienta.

As plantas também são bem-vindas no preparo de sucos e saladas, sobretudo como temperos. Também é possível fazer uma infusão e colocar em borrifador para tratar pessoas, plantas, ambientes e até animais.

Mais uma alternativa é montar sachês (trouxinhas de tecido com pitadas das plantas), que podem ser usados nas roupas ou carregados no bolso. Pode-se, ainda, montar um saquinho com plantas específicas e amarrar no chuveiro - para que a água do banho limpe as energias negativas e propicie um banho energizante.

Uma ou várias plantinhas?

A pesquisadora esclarece que, quando existe objetivo específico, costuma-se utilizar um conjunto de plantas, apesar de adoção de apenas uma também já surte efeito. "Como na realidade temos inúmeras plantas à nossa disposição, o ideal é combinar diversos tipos para que ocorra uma cura profunda", diz.

Patrícia argumenta que os vegetais, em conjunto, dão efetividade, sem efeitos colaterais, e agem em pontos de dores físicas. A seguir, a pesquisadora comenta os benefícios de algumas plantas. Para saber detalhadamente quais são os tipos de vegetais e como eles atuam no campo energético do corpo, ela recomenda consultar o livro Fitoenergética, considerado a bíblia do sistema natural.

Conheça o poder de 10 plantas

Alecrim
É capaz de agir sobre medos, traumas e aspectos negativos adormecidos, uma vez que acessa os registros ligados a emoções passadas, chamados de akáshicos. Estimula ainda a pessoa a viver e a amar, com sabedoria, bem como o desejo para conhecer o novo.
Aplicação: é excelente tempero e pode ser usado nas mais diferentes preparações culinárias.

Arnica
Seu poder é de desobstruir os canais energéticos. Também impulsiona a circulação sanguínea e a imunidade física. É reconhecida como cicatrizante.
Aplicação: não costuma ser adotada em ambientes internos, mas é boa opção para compor jardins - ainda por cima, ajuda a afastar insetos.

Camomila
Está difícil ter esperança? Invista na plantinha delicada. Ela espanta a raiva, as mágoas, o medo e o ódio. Incentiva o perdão e gera otimismo. Atua contra o estresse emocional, acalma e relaxa. É indicada em casos de dores abdominais em geral e para amenizar a síndrome de pânico.
Aplicação: além de infusões para beber, a camomila pode ser colocada em sachês e mantida perto de roupas. É indicada para plantio no quintal, jardins, hortas ou mesmo vasos.

Capim-cidreira
A planta atua contra pesadelos, insônia e desordens do sono. Age no combate da ansiedade, da hiperatividade, do nervosismo e do estresse emocional. Dá fim às mágoas, ao ódio e à raiva, estimulando o perdão. Promove o otimismo e incentiva a esperança e o perdão.
Aplicação: pode ser usada em chás e sachês (para roupas) ou plantadas em algum canto da casa.

Hortelã
As folhinhas perfumadas abrem caminhos, afastam a falsidade e a hipocrisia. Têm efeito analgésico e derrubam o estresse. Estimulam a mudança de pensamento e geram vitalidade energética (sobretudo em casos de câncer).
Aplicação: em chás e sucos, sachês para roupas, plantadas em espaços variados da casa.

Ipê-roxo
Age contra o estresse e a insônia e acalma na hora do nervosismo ou da hiperatividade. Desacelera a mente, aumenta a absorção de energia vital, é relaxante e induz o sono. Ajuda a conectar com esferas superiores.
Aplicação: é ideal para ter no quintal de casa. Na impossibilidade, contemple a beleza e repouse à sua sombra em parques ou bosques.

Jasmim
Dono de um aroma marcante e persistente, purifica e desintoxica o organismo. Além disso, é bastante indicado para lidar com insônia e ansiedade. Age contra vícios variados - jogos, álcool, nicotina etc.
Aplicação: mantenha arranjos dentro de casa ou em vasos externos.

Lavanda
Desperta paz interior e é eficiente para quem desenvolve várias tarefas ao mesmo tempo. Ajuda a formar uma visão estratégica e nos planejamentos para o futuro. Pode ser bem útil para encontrar a hora certa de verbalizar certas questões.
Aplicação: manter vasinhos dentro de casa, sobretudo nos quartos.

Melissa
Desenvolve a honestidade e elimina marcas de discórdia e traumas de maus-tratos na infância. Auxilia na superação de divórcios difíceis. Estimula a vontade de viver e de amar. Afasta o medo de aranha e outros animais peçonhentos.
Aplicação: em infusões, sachês (para roupas) ou plantadas em vasos, quintais e hortas.

Tomilho
Ajuda a organizar as ideias de forma lógica, melhora a comunicação e amplia o entendimento em uma equipe. Ao agir sobre a tireoide, estimula o gosto apurado de comidas.
Aplicação: como tempero nos mais variados pratos.

Alto Astral