PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Planeta Mercúrio determina a comunicação e influencia pensamento. Entenda

Mercúrio não é exatamente redondo e tem um estranho campo magnético - Nasa
Mercúrio não é exatamente redondo e tem um estranho campo magnético Imagem: Nasa

Claudia Dias

De Universa

04/06/2021 04h00

Entre os planetas que regem os signos, Mercúrio é um dos mais conhecidos. Isso sem contar que sua retrogradação é a mais "temida" - mesmo que desnecessariamente, adiante-se falar. Mas essa popularidade não surgiu à toa: Mercúrio é importante, pois é o planeta da comunicação em geral.

Além disso, tem relação direta com a forma que as pessoas pensam, se expressam, trocam informações, leem, escrevem, estudam, se deslocam, enfim, uma série de atividades rotineiras.

"Mercúrio fala sobre vendas, comércio, trânsito, deslocamentos, publicações, livros e intelecto, mas também tem a ver com fraudes e roubos. Ainda está ligado a viagens, contratos, relações de parentesco e até vizinhança", enumera a astróloga Paula Arruda.

O planeta rege dois signos - no caso, Gêmeos e Virgem. Na tradução astrológica, significa que sua energia mercurial estimula características nesses dois representantes do zodíaco.

"Em Gêmeos, temos o lado mais curioso, comunicativo, sociável, com muita necessidade de movimento físico e mental. Já em Virgem vem o lado mais analítico, crítico e detalhista na tomada de decisões e escolhas", cita Paula sobre os reflexos de Mercúrio em cada um deles.

Por que retrogradação é tão comentada

Basta falar que vem Mercúrio Retrógrado pela frente que todo mundo liga o sinal de alerta. Mas será que essa retrogradação tem mesmo essa carga negativa que desperta sempre?

Na opinião da astróloga Paula Arruda, a retrogradação de Mercúrio é importante porque acontece com frequência - geralmente três vezes por ano -, o que a torna recorrente e mais conhecida. "Mas é um período incrível para reflexões sobre a nossa maneira de nos comunicarmos", defende a especialista.

A retrogradação, que nada mais é que a redução do ritmo de deslocamento do planeta, dando a sensação de que Mercúrio está indo para trás (a partir de um ponto de vista terrestre), é um intervalo que pede mais calma para ações importantes, como assinatura de contratos, viagens e compras.

Por outro lado, é benéfico para releitura de projetos, reescrita de textos, revisão de atitudes e pensamentos.

MR em 2021

Esse ano teremos mais duas retrogradações, já que a primeira ocorreu entre 30 de janeiro e 20 de fevereiro. O movimento voltará a se repetir nos períodos de 29 de maio a 22 de junho e de 27 de setembro a 18 de outubro, nos signos de Gêmeos e Libra, respectivamente.

"A retrogradação em junho, de Gêmeos, um signo regido por Mercúrio, será ótimo momento para olhar as questões de comunicação em geral. Já na retrogradação de Libra será um momento perfeito para revisar as nossas relações, refletir a forma de se relacionar, eliminando padrões improdutivos por exemplo", argumenta Paula.

Como lembra a astróloga, as pessoas se comunicam, refletem, conversam e debatem o tempo todo. Por isso é muito importante cada uma compreender a forma de se expressar, trocar, aprender, assimilar conhecimento, ouvir uma opinião diferente da sua.

"Quem puder deve olhar no seu mapa astral a posição de Mercúrio - signo, casa, casas regentes e aspectos. Essa análise completa auxilia muito a compreender a comunicação, aprendendo e transformando desafios, aproveitando melhor as potencialidades", recomenda.

A base de tudo

É da mitologia que vêm as associações do planeta e suas regências. Para entender um pouquinho, o romano Mercúrio, que nas crenças gregas corresponde ao deus Hermes, era filho do todo poderoso Zeus e logo cedo mostrou habilidades acima da média.

Apesar de ter nascido todo enfaixado, rapidamente conseguiu se libertar e sair por aí. "Acabou chegando na região da Tessália, onde roubou o rebanho que Apolo estava cuidando", conta a astróloga Paula Arruda.

Mercúrio conseguiu retornar para seu berço sem deixar rastros, já revelando agilidade e inteligência. "Mas Apolo descobriu o roubo porque usou seu poder de adivinhação. Como Mercúrio era um nenê e os deuses acharam que Apolo estava mentindo, Apolo colocou Mercúrio frente a Zeus para ele confessar", continua a astróloga.

Mercúrio ainda conseguiu envolver o acusador, encantando-o com sua lira. Fez com que Apolo trocasse todos seus animais pelo instrumento. Isso levou Mercúrio a ser considerado protetor dos comerciantes, dos viajantes e das fronteiras, mas também dos ladrões e dos mentirosos, além de ser condutor das almas dos mortos.

"Ele passou a ser o Mensageiro dos Deuses, usando um chapéu que o deixava invisível e sapatos com asas que traziam agilidade. Além de se comunicar com facilidade, era um excelente mediador", acrescenta Paula.

O mito de Hermes ainda traz outras passagens significativas, como o momento em que entregou seus sapatos com asas para que Perseu pudesse vencer Medusa.

Alto Astral