PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Dona Hermínia: 8 vezes em que mãe criada por Paulo Gustavo pareceu a nossa

Paulo Gustavo como Dona Hermínia em especial de fim de ano da Globo - Victor Pollak/Globo
Paulo Gustavo como Dona Hermínia em especial de fim de ano da Globo Imagem: Victor Pollak/Globo

Nathália Geraldo

De Universa

06/05/2021 04h00

A personagem mais icônica da carreira do humorista Paulo Gustavo tem a cara, as frases e, talvez, até a voz igual à de muitas mães no Brasil. Se mãe só muda de endereço, como diz o ditado, Dona Hermínia é a figura que homenageia com humor a personalidade daquelas que querem os filhos sob a própria asa e não se importam em dar alguns gritos para serem ouvidas por eles. Com um detalhe: Hermínia ainda divide o tempo para implicar com os parentes e com o ex-marido "Carlos Albeeeeerto", interpretado pelo ator Herson Capri.

Inspirada na mãe do próprio humorista, Déa Lúcia Amaral, Dona Hermínia fez o público rir e se identificar nos palcos com "Minha Mãe É Uma Peça" — peça que virou filme campeão de bilheteria e também foi exibida em especiais na TV.

Paulo Gustavo, que morreu nesta terça-feira (4), aos 42 anos, em decorrência da covid-19, fazia questão de contar sobre como a própria mãe foi referência na criação de Dona Hermínia — em vídeos postados nas redes sociais do ator, era possível ver Déa Lúcia brincando com o jeito espontâneo e meio briguento de Hermínia.

Ela não é a única mulher com esse perfil, divertido e por vezes escrachado, que o ator eternizou nas telas brasileiras. Universa selecionou personagens que mostram que toda mãe brasileira também tem um pouco de Dona Hermínia dentro de si.

paulo gustavo como herminia - Reprodução - Reprodução
Cena do filme "Minha Mãe é Uma Peça 2"
Imagem: Reprodução

1. Em casa, as regras são dela

Não tem essa de dormir até mais tarde, comer o que quiser, levar alguém para visitar. Quem colocava as ordens na casa para os filhos, Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo), era Dona Hermínia. Quer uma cena que represente mais isso do que o balde de água que Marcelina levou no filme "Minha Mãe É Uma Peça" por estar enrolando na cama para acordar?

2. Fazer os filhos passarem um pouco de vergonha? Faz parte

herminia e marcelina - Reprodução - Reprodução
Na cena, Hermínia grita na recepção que a filha está com hemorroida para todos ouvirem
Imagem: Reprodução

Falar em voz alta sobre as questões pessoais e até fisiológicas dos filhos na frente de desconhecidos? Por que não? É exatamente o que acontece no primeiro filme "Minha Mãe É Uma Peça", quando a personagem vai levar a filha para fazer exame de fezes.

3. A dancinha que só elas sabem fazer

Talvez coreógrafos não saibam que exista essa categoria na dança, mas os "passinhos de mãe" que Hermínia botou para jogo quando foi atrás da filha em uma boate são a prova de que, com o tempo, mães têm mais ou menos a mesma malemolência para as pistas de dança.

4. "Quando eu sumir, vocês vão dar valor para mim"

Pode apostar. Se sua mãe não disse isso depois de uma discussão, com certeza pensou na frase. Jogando pesado com o psicológico, Dona Hermínia inclusive cumpriu a promessa, desaparecendo de casa logo no primeiro filme, quando os filhos a chamaram de chata.

5. "Mãe não tem um minuto de sossego em casa"

Ela quer sossego, mas não consegue ficar distante de um acontecimento sequer da vida dos filhos. Tanto que quando eles saem de casa, Hermínia passa a se sentir sozinha e sente falta da agitação que a rotina com os dois provocava.

6. Mesmo crescidos, eles precisam de mim

herminia  - Divulgação - Divulgação
Dona Hermínia (Paulo Gustavo) em cena de "Minha Mãe é uma Peça 2"
Imagem: Divulgação

No longa "Minha Mãe É Uma Peça 2" Dona Hermínia encara de frente o sentimento do ninho vazio. Tentando se reinventar, ela ainda se mantém muito perto dos filhos, mas também aprende que a convivência com os outros familiares e até as briguinhas com as irmãs também preenchem a vida.

7. O olhar raio-x na visita à casa dos filhos

Em "Minha Mãe É Uma Peça 3", Marcelina está grávida e sai de casa para construir a própria família. Bem, quando Hermínia vai visitá-la, acontece o que muito filho que deixou de morar com a mãe viveu: ela julga cada escolha da filha, da decoração da casa à forma da criação da neta, querendo o bem delas e, ao mesmo tempo, deixando seus pitacos sobre a vida da filha.

8. Defende os filhos com unhas e dentes

Por mais que brigue com os filhos, Hermínia é a primeira a defendê-los, dar apoio quando precisam e, se necessário até virar amiga da sogra de Juliano para que dê tudo certo na cerimônia no último filme da trilogia. Juliano se casa com um homem, e a mensagem do filme é inspiradora para pessoas LGBTQIA+ que precisam ser acolhidas pela família.

Mães e filhos