PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Essa maquiadora tem feito verdadeiras obras de arte no isolamento

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Natália Eiras

Colaboração para Universa

07/10/2020 04h00

A maquiadora Carolina Carpegiani, 29, estava há semanas dentro de casa no início da quarentena em Nova York, nos EUA, cidade onde reside há quatro anos. Sem trabalhos urgentes e com uma caixa de materiais diversos disponíveis, ela decidiu tirar do papel algumas maquiagens que, antes, habitavam apenas a sua mente e seu caderninho de ideias. A profissional, então, começou a fazer verdadeiras obras de arte para o rosto usando correntes de strass, flores secas e canutilhos de plástico e a postar o resultado em suas redes sociais. "Foi importante para a minha cabeça, porque eu estava muito angustiada. Depois que comecei a fazer essas makes, senti a minha mente voltar a ser produtiva, percebi que voltei a ser quem eu era antes da quarentena", disse, em entrevista a Universa.

Mas muito antes da pandemia de Covid-19, Carolina Carpegiani tinha em mente projetos de maquiagens conceituais. "Lembro de que, quando morava no Rio de Janeiro, um amigo meu me deu uma caixa de pasta d'água colorida da marca dele, porque eu queria muito fazer algum visual com aquele material. Trouxe a caixa comigo para Nova York, mas estava sempre trabalhando muito, não tinha tempo de colocar essas ideias em prática", conta Carolina, que trabalha no agitado mercado fashion. "Por mais que a maquiagem de passarela seja mais lúdica, ela ainda tem um acabamento muito natural. Não tinha muito espaço para eu fazer esses projetos conceituais".

Parada devido à interrupção dos desfiles para obedecer as orientações de isolamento social, ela decidiu deixar sua criatividade fluir. "Comecei a publicar as maquiagens há um mês e tenho recebido respostas muito boas." Além de curtidas nas redes sociais, os vídeos têm ampliado seu repertório profissional. "Fotógrafos com quem eu já tinha trabalhado descobriram um novo lado meu. Por causa desses Reels, eu tenho alguns trabalhos agendados em que farei visuais mais conceituais", comemora.

Para criar as maquiagens que usam elementos como cristais, broches e glitter, Carolina Carpegiani tem um segredo: cola para cílios postiços. "Em tudo o que colo no meu rosto e que é leve eu uso cola para cílios. Caso seja uma pedra mais pesada, uso cola para maquiagem artística, de efeitos especiais", comenta. Foi este material usado em seu vídeo mais marcante, em que a maquiadora teve mais de 20 mil visualizações ao criar um visual de lágrimas para lá de glamorosas: fios de pedras prateadas faziam as vezes de sombra e ficavam pendentes na lateral, como uma torrente de lágrimas. "Esta foi a minha maquiagem favorita e a que deu mais retorno até agora", diz.

O sucesso da maquiagem, principalmente entre seus conterrâneos, fez a profissional perceber que talvez o make conceitual esteja ganhando espaço também no Brasil. "Aqui nos EUA isso sempre foi forte, mas vejo que há um interesse maior também dos brasileiros por um visual que não é só para ficar bonita. Passamos muitos anos no olho marcadão, na boca marcadona, pele perfeita e agora está caindo um pouco a febre desse reboco. É uma aceitação do que é diferente, fazer algo único. As pessoas estão explorando mais, principalmente por conta das redes sociais". E ela acredita que a quarentena, que a ajudou a soltar de vez a criatividade, também pode estar influenciando esse novo momento. "Dentro de casa, podemos experimentar coisas novas no visual e testar, treinar. Maquiagem é treino. Ninguém nasce já sabendo fazer um delineador."

Beleza