PUBLICIDADE

Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução


Transforma

Mariana Goldfarb protesta após Instagram deletar postagem sobre masturbação

Mariana Goldfarb fez desabafo sobre políticas do Instagram na rede social - Reprodução/Instagram
Mariana Goldfarb fez desabafo sobre políticas do Instagram na rede social Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/08/2020 17h28

Mariana Goldfarb compartilhou um desabafo no seu Instagram na tarde de hoje após ter uma publicação sobre masturbação apagada pela rede social.

"Vocês estão me perguntando por que eu deletei meu post, mas acontece que eu não deletei. Quem deletou foi o Instagram que alegou que era conteúdo impróprio", afirmou a modelo.

"Queria muito que o Instagram tivesse esse filtro para outro tipo de conteúdo, de informação, de pessoa, porque o que a gente mais vê aqui no Instagram - e na vida - são essas deturpações quando a gente tá tentando trazer uma coisa informativa, educativa, para o nosso bem."

Mariana ainda afirmou que já imaginava que o conteúdo iria incomodar alguns usuários da rede social. "Falar sobre esses assuntos incomoda. E eu já sabia que esses assuntos iam incomodar, mas a gente precisa fazer esse questionamento", defendeu.

A modelo ainda resgatou o caso da criança de 10 anos que foi estuprada pelo tio e teve que viajar para outro estado para a realização do aborto, concedido pela Justiça.

"Essa é a nossa sociedade, que diz que estupro é mais bem aceito que aborto em uma menina de dez anos, por exemplo. Ou então não precisa nem ter dez anos, o estupro de qualquer idade é mais dentro da moral e da ética e dos bons costumes do que você abortar. Essa é a sociedade que a gente vive infelizmente", afirmou, defendendo que não deixará de trazer este tipo de conteúdo para as suas redes.

Em sua página, Mariana realizou outra publicação com a imagem de uma mulher utilizando uma calcinha com diversas figuras ao redor.

"Meu post anterior sobre autoconhecimento e apropriação do corpo da mulher pela própria mulher, onde a masturbação está incluída, logicamente falando foi apagado pelo Instagram que alegou que o conteúdo era impróprio."

"Acharia prudente que o mesmo desse uma visitada na maioria dos perfis de objetificação da mulher e afins e apagar todos porque isso sim é conteúdo impróprio. Sigo sem entender e seguirei compartilhando conteúdos que acredito e acrescentem."

"Quero deixar a todos que não se sentem à vontade com determinados assuntos o meu muito obrigada e até logo, e para aquele que queiram trocar e ampliar o olhar sejam muito bem vindos e obrigada por compartilhar", finalizou.

Procurado pelo UOL, o Instagram afirmou estar investigando o caso.

Transforma