PUBLICIDADE

Topo

Moda

Vogue Portugal é criticada por capa que romantiza doenças mentais

Edição de julho e agosto da revista Vogue Portugal traz o tema saúde mental - Reprodução/Instagram
Edição de julho e agosto da revista Vogue Portugal traz o tema saúde mental Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

04/07/2020 11h01

A revista Vogue Portugal recebeu inúmeras críticas após divulgar a capa da edição de julho e agosto em suas redes sociais na sexta-feira (3). A imagem mostra uma mulher em uma banheira entre duas enfermeiras, com uma estética que lembra a de um hospital psiquiátrico antigo. No pé da capa são lidas as frases "é verão lá fora" e "edição da loucura".

"É sobre você. É sobre o agora. É sobre saúde. É sobre saúde mental", diz a legenda da postagem. A romantização do tema gerou uma enxurrada de críticas à revista. "Isso está glamorizando instituições de saúde mental, é insensível", escreveu um seguidor. "É para além de ofensivo", opinou outra pessoa.

A modelo portuguesa Sara Sampaio foi uma das que também registrou sua crítica nos comentários. "Esse tipo de imagem não deveria representar a conversa sobre saúde mental. Acho que é de muito mau gosto."

Sara ainda gravou um vídeo e postou nas redes sociais explicando por que considera a capa problemática. "Parece que é uma instituição mental antiga. Parece um daqueles hospitais psiquiátricos que torturavam. Aquilo me provocou pela forma como a saúde mental é tratada na imprensa, especialmente em Portugal, por causa da minha própria experiência", disse.

A modelo passou por um momento em sua carreira em que teve que enfrentar crises de ansiedade e de pânico. "Começou a ficar muito difícil trabalhar, mas ainda bem que estou rodeada de pessoas que me amam", disse. Sara também reforçou que doenças mentais são um assunto sério e que devem ser tratados com cuidado, especialmente no momento atual de pandemia, em que houve aumento de casos de suicídio.

A modelo que posou para a foto, Simona Kirchnerova, comemorou a publicação da revista, também em sua conta no Instagram, e contou que as duas mulheres que aparecem como enfermeiras são sua mãe e sua avó. Assim como no post da Vogue Portugal, a maioria dos comentários são críticas à foto, que não seria condizente com a seriedade que o tema exige.

Moda