PUBLICIDADE

Topo

Post viraliza após mulher postar supostas ameaças do ex: "não aguento mais"

Marlana Yano, que relatou supostas ameaças de morte do ex-marido - Arquivo pessoal
Marlana Yano, que relatou supostas ameaças de morte do ex-marido Imagem: Arquivo pessoal

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Ponta Grossa (PR)

16/01/2020 21h34

Uma mulher de 22 anos resolveu postar nas redes sociais imagens de supostas ameaças de morte que vinha recebendo do ex-marido, de 29 anos. Em tom de desabafo, a jovem expôs as conversas e disse que decidiu "gritar para o mundo que não aguenta mais".

A publicação da assistente comercial Marlana Yano, compartilhada ontem à noite, viralizou e já contava com mais de 30 mil reações e quase 20 mil comentários - a maioria de apoio - até o início da noite de hoje.

Marlana mora em Colombo (PR), região metropolitana de Curitiba, e já tem duas medidas protetivas que impedem o ex de se aproximar dela.

A jovem conta que a atitude de se expor nas redes sociais tem como motivação a tentativa de descumprimento das medidas pelo ex-marido e a suposta falta de apoio da Polícia Civil do Paraná na resolução dos casos. Ela contabiliza ter pelo menos dez boletins de ocorrências por ameaças.

Na publicação, a jovem publica uma captura da tela do celular com as últimas mensagens supostamente enviadas pelo ex-companheiro. Além das ameaças, o suspeito xinga a ex-esposa, com quem tem uma filha de 3 anos.

"Hoje eu te pego (...) Você não me escapa. Vou estar te esperando quando chegar. Venha bem armada porque hoje você vai rodar", teria dito o ex-marido dela, segundo as mensagens.

"Hoje tenho mais de 10 boletins de ocorrência, tenho duas protetivas diferentes, inúmeras provas e depoimentos contra ele, porém a nossa justiça é falha, eu to aqui hoje me expondo pra gritar pro mundo que eu não aguento mais. (...) Depois de tudo isso, eu ouvi da policial que não teria o que fazer, que infelizmente eu teria que esperar ele vir pra cima de mim para depois ligar pra polícia, e que não adiantava eu sobrecarregar a polícia de boletins", escreveu a jovem na publicação.

Supostas ameaças ocorrem há três anos

Marlana e o ex-marido estão separados há três anos. Desde então, ambos travam sucessivas discussões, com ameaças por parte dele, segundo conta a jovem a Universa.

Marlana Yano posta supostas ameaças que teria recebido do ex - Reprodução/Facebook
Marlana Yano posta supostas ameaças que teria recebido do ex
Imagem: Reprodução/Facebook
Na publicação no Facebook, alguns internautas compartilharam uma captura de tela que seria do perfil do ex-marido de Marlana. Ela confirmou a Universa que se tratava da mesma pessoa. O suspeito, contudo, teria excluído o perfil. A reportagem não conseguiu localizar a defesa nem os familiares dele.

"Eu me via ontem com duas opções: pegava todas as minhas coisas e fugia ou escolhia entre a minha vida e a dele, porque ele queria me matar. Já são três anos que sou ameaçada e com medidas protetivas desrespeitadas. Toda a minha família está com medo e acuada. Desta vez foi pior, porque até o pai dele me mandou um áudio dizendo para fugir", disse Marlana à reportagem.

O ex-casal ficou junto por dois anos. A vítima afirmou que não houve problemas de relacionamento no início. As brigas teriam iniciado por causa de ciúmes do suspeito, quando passaram a morar na mesma casa.

"No começo era uma maravilha, mas depois veio aquele ciúme doentio e eu não poderia mais ter WhastApp, Instagram e nem Facebook para conversar com minha família. Depois disso, vieram as agressões, perseguições e humilhações", disse.

Em nota, a Polícia Civil do Paraná informou "que todos os procedimentos de polícia judiciária foram adotados", além de medidas protetivas solicitadas à Justiça. "O caso segue em investigação", disse a corporação.

Violência contra a mulher