Topo

Suspeito de matar atriz e ocultar corpo em bloco de concreto nega acusações

Atriz pornô e modelo, Esmeralda Gonzalez tinha mais de 300 mil seguidores no Instagram - Reprodução/Instagram
Atriz pornô e modelo, Esmeralda Gonzalez tinha mais de 300 mil seguidores no Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

11/11/2019 15h52

Resumo da notícia

  • Após cinco meses desaparecida, a modelo Esmeralda Gonzalez, 24 anos, teve o corpo encontrado em um bloco de concreto abandonado no deserto
  • O vizinho dela, Christopher Prestipino, 45 anos, é suspeito de tê-la sequestrado e assassinado
  • A polícia chegou até o nome de Prestipino após receber uma denúncia anônima, que também a levou à localização do corpo
  • Em audiência na última semana, o suspeito negou todas as acusações; além dele, outras duas mulheres são investigadas pelo caso

A Justiça dos Estados Unidos iniciou na semana passada o julgamento dos principais suspeitos do assassinato da modelo Esmeralda Gonzalez, de 24 anos, cujo corpo foi encontrado em um bloco de concreto no meio do deserto de Las Vegas.

Vizinho da vítima, Christopher Prestipino, 45 anos, negou envolvimento tanto no desaparecimento quanto na morte da modelo. A polícia o considera suspeito após ter recebido uma denúncia anônima, que a levou a encontrar não apenas o corpo da modelo como também evidências de que ela esteve na casa de Prestipino antes de sumir.

Atriz pornô e influenciadora digital, Esmeralda desapareceu em maio deste ano. O corpo só foi localizado pela polícia em outubro — Prestipino foi preso uma semana depois do ocorrido.

Segundo o LVMPD (Departamento de Polícia Metropolitano de Las Vegas), o corpo tinha as mãos amarradas e fita adesiva colada sobre as áreas da cabeça e do pescoço. Estava envolvido em cobertores e foi inserido em um tanque de quase mil litros de concreto. Na parte de cima havia plantas e pedaços de madeira encobrindo o bloco, abandonado no deserto próximo de Glendale, no estado de Nevada.

Pelo estado de decomposição, a identificação não foi feita de imediato. No entanto, na última semana a perícia confirmou que se tratava de Esmeralda. Durante as investigações, os policiais levantaram suspeitas de que ela tenha sido levada para a casa do agressor contra sua vontade.

A polícia suspeita que Prestipino tenha utilizado alguma substância tóxica para asfixiar a modelo ou mesmo tenha estrangulado a vítima. O Review-Journal, publicação do tribunal de Las Vegas, afirma que a substância utilizada foi cloro de piscina.

Prestipino é acusado de assassinato, sequestro e conspiração. Além dele, sua namorada Lisa Mort, 31 anos, e sua amiga Casandra Garrett, 39 anos, também respondem por terem ajudado ou consentido com o crime.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Violência contra a mulher