Topo

Beleza

Como limpar o rosto do melhor jeito, de acordo com cada tipo de pele

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Laura Reif

Colaboração para Universa

23/08/2019 04h00

Mais do que passar a maquiagem correta, lavar o rosto é um dos rituais de beleza mais importantes no dia a dia para manter a pele saudável e bonita. Apostar em cremes e bases com vitaminas e antioxidantes é sempre uma das primeiras preocupações quando se pensa em skincare, mas você já parou para pensar se está limpando a pele corretamente?

Além dos cosméticos diários, sol, vento, poluição e poeira contribuem para a obstrução dos poros e o acúmulo de sujeira e oleosidade na pele. Mas não é só chegar em casa no fim do dia e passar aquele sabonete em barra, que usamos no corpo, no rosto e achar que a limpeza acaba aí. Uma pesquisa recente, no entanto, mostrou que quase um terço das brasileiras usa água e sabonete corporal para limpar a face.

Por que usar cosméticos específicos

A beauty expert Fernanda Farias explica: "A pele do rosto é mais sensível que a do restante do corpo, e o sabonete comum tem mais sulfatos, o que pode ressecar e deixar a pele com um aspecto repuxado". Se você usa maquiagem todos os dias, a atenção deve ser maior, de acordo com o dermatologista Damiê De Villa, de Porto Alegre (RS). Não basta só o sabonete para o rosto: primeiro é preciso passar um demaquilante e, em seguida, usar o produto de limpeza adequado.

Muitos fatores podem determinar a escolha do produto, como o tipo de pele e as particularidades de cada rosto -- a presença de manchas, oleosidade ou rugosidade excessivas, por exemplo. Para ter o efeito desejado, é importante também ter atenção aos componentes para se fazer uma limpeza adequada, mantendo o equilíbrio da pele. Os especialistas lembram que o ideal é lavar o rosto duas vezes ao dia, primeiro ao acordar e depois antes de dormir.

Quais ativos buscar

  • Pele seca: Fernanda recomenda buscar fórmulas enriquecidas com ácido hialurônico, que ajuda na hidratação da pele. O dermatologista De Villa explica que a pele seca também requer sabonetes suaves, que retirem menos a oleosidade. "Como os que têm óleos e manteiga de karité na formulação", completa.
  • Pele oleosa: procure produtos com pó mineral, que controlam a produção de óleo. Os dermatologistas costumam indicar produtos com ácido salicílico, mas Fernanda desaconselha o uso desse ativo. "Ele acaba retirando quase que completamente a oleosidade, o que pode causar um efeito rebote", explica.
  • Pele mista: invista em opções com glicerina e ácido hialurônico. "O sabonete já vai tirar o excesso de oleosidade da zona T, mas manter a hidratação da pele", explica a especialista. Para o dermatologista, não há cuidados muito específicos para esse tipo de pele, já que pele mista aceita bem a maioria dos produtos. A dica é testar e ver como a pele responde com o uso contínuo.
  • Pele sensível: "Esse tipo de pele se dá bem com componentes calmantes que evitam a descamação, como o mel", recomenda Fernanda. De modo geral, é importante fugir de opções com muito sulfato. Busque produtos sem sabão na fórmula, que costuma ser agressivo para quem tem mais sensibilidade. "Os sabonetes para peles sensíveis geralmente contêm extrato de camomila, aloe vera, alfa-bisabolol e azuleno", explica o dermatologista.

Em todos os casos, siga as recomendações de ouro: lavar duas vezes ao dia, remover a maquiagem antes de passar o sabonete e lavar com água em temperatura morna ou ambiente. Abaixo, algumas dicas de produtos para quem está buscando um novo sabonete facial.

Mais Beleza