Topo

Alto Astral


Amar planilhas, chegar sempre adiantado: situações que só Virgem entende

Luana Piovani em víeo para explicar briga com Scooby - Reprodução/YouTube
Luana Piovani em víeo para explicar briga com Scooby Imagem: Reprodução/YouTube

Claudia Dias

Colaboração para Universa

23/08/2019 04h00

Sexto signo do zodíaco, Virgem tem fama de "cri-cri" por ser extremamente crítico e ver defeito em tudo, inclusive nele mesmo. Por isso, acaba sendo quem mais sofre com tais características, pois acaba exigindo muito de si mesmo e se culpando demais.

Seu regente Mercúrio traz sociabilidade, mas também a necessidade de aperfeiçoamento e de ajudar quem precisa. Não à toa, o virginiano está sempre disponível para dar aquela mãozinha.

É ainda ligado ao elemento Terra e ao modo mutável. Essa combinação significa foco, persistência e maleabilidade, como explica a astróloga Paula Arruda.

Tais características levam Virgem a viver experiências bem características. A seguir, a especialista Paula aponta 13 situações que só quem é deste signo já viveu.

  1. Saber exatamente a área em que vão encaixar a geladeira e o sofá no apartamento novo. Isso porque o virginiano tem uma noção de espaço excepcional.
  2. Buscar utilidade para tudo. Para Virgem, tudo precisa ser útil. No dia a dia, ele não adquire nada que não sirva, pelo menos, para alguma coisa.
  3. Não fazer algo por se sentir inseguro. O nativo do signo tem muito medo de errar. Ele mesmo é seu maior crítico. Ao recuar, pode desistir de vez ou resolver estudar (muito!) para realizar o que deseja com "garantia de acerto".
  4. Culpar-se por algum erro. É justamente por não gostar de se sentir assim que, na maioria das vezes, Virgem prefere não arriscar. Mas ele não deixa barato e acaba criticando os erros dos outros também, como se todos tivessem que sempre estar em busca da perfeição.
  5. Ter dor de barriga na hora da entrevista importante. Virgem somatiza demais quando se sente nervoso ou ansioso. Ele se afeta tanto pelos sentimentos internos ou algo que o afeta psicologicamente a ponto de transferir tudo para seu corpo.
  6. Achar a grama do vizinho sempre mais verde. O nativo do signo vive se comparando, com tudo e com todos. E nessa avaliação constante, acaba se achando sempre inferior, jogando sua autoestima lá embaixo.
  7. Considerar-se o bonzão. Virgem tem dessas, balançando nos extremos: assim como pode se achar inferior em relação aos outros, também pode se achar melhor que todo mundo ao seu redor. Aí, não aceita sugestões, pois sua opinião é soberana.
  8. Chegar sempre mais cedo nos compromissos. Quem marca encontro ou reunião com o virginiano não deveria se atrasar. Ele é do tipo certinho, que chega 15 minutos antes. Se o outro demora 1 minuto a mais, é certeza que o nativo vai enviar uma mensagem perguntando onde ele está.
  9. Assumir trabalhos sozinho. Por ser muito detalhista e perfeccionista, Virgem prefere fazer tudo por conta. "Quem não ajuda, não atrapalha" é um ditado que costuma repetir. Desse jeito, garante a qualidade que tanto preza e poupa tempo, sem precisar conferir o trabalho alheio.
  10. Manter dezenas de planilhas. Superorganizado e metódico, ama ter sua vida programada em linhas e colunas. Até a agenda dele, com todos os seus compromissos do cotidiano planejado, é controlada entre fórmulas e anotações.
  11. Devorar manuais de instruções. O virginiano é a pessoa perfeita para dar uma mãozinha na montagem daquele móvel novo. Ele vai amar se sentir útil, ter a chance de aprender algo novo e desvendar as engrenagens desconhecidas - depois de ter o maior prazer de ler tintim por tintim o "como fazer".
  12. Conhecer a indicação de todos os remédios. Virgem é quase uma bula ambulante: sabe tudo sobre medicamentos pois acredita que pode precisar deles a qualquer momento. Nunca se sabe, não é?
  13. Trabalhar a vida toda. O virginiano (ou quem tem o signo em destaque no mapa astral) que ainda não chegou nessa fase, ainda vai chegar. Virgem nasceu para trabalhar, pois considera essa área muito importante em sua vida. Quando se aposentar, certamente vai procurar outra ocupação, porque precisa se sentir útil.