PUBLICIDADE

Topo

Universa

Ao falar sobre estupro, atriz ajuda a tirar da solidão quem sofreu assédio

A atriz revelou que foi estuprada pelo namorado na adolescência - Raphael Castello/AgNews
A atriz revelou que foi estuprada pelo namorado na adolescência Imagem: Raphael Castello/AgNews

Thamires Andrade

Do UOL

11/01/2017 17h53

A atriz Giselle Itié revelou à revista "Glamour" que foi estuprada por um namorado quando tinha 17 anos. No depoimento publicado, ela contou que namorava um homem 15 anos mais velho e tinha intenção de casar virgem, mas, durante uma viagem com a família dele, o namorado a violentou depois de colocar alguma substância em sua bebida. “Quando tinha 17 anos, fui estuprada pelo último homem que eu poderia imaginar”, escreveu Itié.

De acordo com a psicóloga clínica Paula Licursi Prates, integrante da diretoria da ONG Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde, o fato de uma personalidade pública abordar essa temática é muito importante para a sociedade. "Quando uma pessoa pública fala sobre esse tema e tem essa repercussão é muito bom, pois essa é a melhor forma de mudar a mentalidade e o comportamento machista", explica.

Para Paula, o depoimento da atriz faz com que o tema do estupro volte para a pauta do dia a dia e seja mais discutido e debatido. "Esse tema é muito silenciado e privado, ainda que os casos de estupro aconteçam todos os dias. Quando alguém fala a respeito, quem já passou ou está passando pela mesma situação se toca: 'opa, já li sobre isso, não estou sozinha'. Ela sai do lugar de solidão e sofrimento, pois sabe que pode buscar apoio com outras pessoas que já passaram por isso ou com as autoridades", fala.

Quanto ao fato de o próprio namorado de Giselle ter sido o autor do assédio, a psicóloga clínica diz que o caso corrobora com os dados do Ipea de que 70% dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou amigos/conhecidos da vítima. “Enquanto os homens sofrem violência urbana, as mulheres sofrem violência doméstica. O estupro dentro do casamento só foi reconhecido como crime há pouco tempo. Existe aquela ideia arraigada de que o homem tem direito sobre o corpo da mulher quando está em uma relação”, afirma.

Após perceber o que havia acontecido, a atriz ficou em choque e foi para o chuveiro tentar se lavar. Quando chegou em casa, contou o que aconteceu para sua mãe, que mais tarde bateu no namorado. Ainda que, na opinião de Paula, não exista uma regra de se é positivo ou não para a vítima contar sobre o abuso sofrido, a psicóloga reconhece que, para alguns, é importante dividir com alguém o que aconteceu. “Ao dividir isso com alguém, a pessoa consegue sair do lugar de culpa. Quem é assediado acha que tem responsabilidade sobre aquilo, não consegue responsabilizar o outro, só a si própria. E, ao dar esse passo, a pessoa vê a própria vitimização”, explica.

Veja outras famosas que sofreram assédio

  • Reprodução

    Xuxa

    A apresentadora Xuxa revelou que foi abusada sexualmente da infância até os 13 anos em depoimento ao quadro "O Que Vi da Vida", exibido no programa "Fantástico". Segundo ela, os abusos foram feitos por seu padrinho, um professor da escola e até mesmo um homem que iria casar com a sua avó. Leia mais

  • João Cotta/TV Globo

    Letícia Sabatella

    Em seu Facebook, a atriz revelou que tinha 12 anos quando foi assediada por um homem que passava de carro em uma rua deserta. Ao voltar do balé, ela desceu do ônibus a dois quarteirões de sua casa quando foi abordada, aproximou-se do carro dele para dar uma informação, e o encontrou com o órgão sexual à mostra. Leia mais

  • Danilo Verpa/Folhapress

    Joana Maranhão

    A nadadora fez uma carta aberta denunciando seu ex-técnico, Eugênio Miranda, por estupro. "O fato dele ter me despido na cama da própria esposa e ter me bolinado enquanto eu chorava e pedia para parar ainda é um fato que me enoja e me dói, mas isso não me derrotou", escreveu. Leia mais

  • Montagem BOL/Renata Falzoni/Folhapress/Reprodução/Instagram/dudamolinos

    Rita Lee

    Em sua autobiografia, a cantora relatou o abuso sexual que sofreu na infância. Ela foi violentada com uma chave de fenda por um técnico de máquina de costura. "Quando escrevi como o fato ficou impresso na minha memória, meio que desencantou por si só. A ferida foi curada", afirmou à "Folha de S.Paulo". Leia mais

  • Getty Images

    Queen Latifah

    Quando tinha 20 anos, a atriz disse que foi estuprada na infância por um adolescente que cuidava dela. O estupro fez com que ela se distanciasse do sexo por muitos anos e ela precisou de terapia para superar o trauma.

  • Divulgação/Rede Globo

    Claudia Jimenez

    A atriz contou em uma entrevista à revista Quem sobre o abuso que sofreu aos 7 anos. "Era menina e morava na Tijuca. Um senhor me bolinava. Ele comprava muitos chocolates e me convidava para entrar na casa dele", afirmou. Ela disse que não contou à família, pois o agressor era um homem era muito respeitado por seu pai.

  • Rafael Cusato/Brazil News

    Luana Piovani

    Luana Piovani contou no Programa Xuxa Meneghel sobre o assédio que sofreu quando tinha 7 anos. "Eu não fui violetanda, fui tocada. Tinha uns 6, 8 anos, mas depois nunca mais aconteceu. Foram umas quatro vezes esse abuso. E até hoje tenho certa dificuldade quando vou ao ginecologista. E acho que é por conta disso. Acho que a médica desconfiou porque eu tenho reações que sei que não comuns", disse. Leia mais

  • Reprodução/Internet

    Bella Maia

    A ex-BBB que participou da 14ª edição do reality usou o seu perfil no Facebook para relatar um caso de estupro que aconteceu com ela. "Fui violentada. No meu próprio carro. Que estava quebrado. Na estrada de Carneiros. Bateria fraca. Confiei no 'amigo' e ele se aproveitou da minha bebedeira e inconsciência e abusou de mim. Sim, isso é um estupro. Branco, rico, maravilhoso, engraçado, bem sucedido e amado por todos", escreveu.

  • Getty Images

    Kesha

    A cantora Kesha contou que foi forçada a usar drogas e álcool, além de ter sido estuprada por seu produtor Dr. Luke. Ela até abriu um processo judicial para tentar se livrar da obrigação contratual de trabalhar com ele e, quando teve o pedido negado por um juiz, foi vista chorando no tribunal.

  • John Shearer/Invision/AP

    Madonna

    Em um artigo que escreveu para a revista Harper's Bazaar, a cantora contou que, logo que se mudou para Nova York, no início dos anos 80, foi abusada sexualmente no terraço de um prédio por um homem que a ameaçou com uma faca. Ela manteve a história em segredo por anos, como acontece com muitas vítimas. Leia mais

  • Getty Images

    Lady Gaga

    Em dezembro de 2014, no programa do apresentador Howard Stern, Lady Gaga falou pela primeira vez publicamente sobre seu estupro. Ela disse que tinha 19 anos quando foi abusada por um produtor musical. O episódio a afeta até hoje. "As pessoas não sabem disso sobre mim, porque eu não dividi isso com o público, e eu sei que eles me veem como uma espécie de celebridade que é bem sucedida e não tem problemas. Mas sofro de dor crônica o tempo todo e esse medo paralisante experimento por quase dez anos", disse. Leia mais

  • Getty Images

    Oprah Winfrey

    Em uma entrevista para o apresentador David Letterman, a apresentadora falou sobre uma série de abusos físicos que sofreu na infância, incluindo um estupro quando tinha nove anos de idade. Segundo Oprah, ela precisou acreditar em uma força maior que a vida para enxergar além daquele fato traumático e se tornar a mulher que é hoje.

Universa