Sam Altman: CEO do ano da Time está por trás do ChatGPT e reverteu demissão

A revista Time escolheu o norte-americano Sam Altman, 38, CEO da OpenAI, como o CEO (diretor-executivo) do ano. A empresa lançou o ChatGPT (chatbot de inteligência artificial) no ano passado e o produto foi o primeiro a atingir 100 milhões de usuários dois meses após o lançamento.

Desde então, o ChatGPT e inteligências artificiais generativas têm sido vistas como ferramentas que vão alterar como as pessoas trabalham e até se fala na possibilidade de redução de jornada, devido à eficiência que o sistema poderia trazer às mais diversas profissões.

Quem é Sam Altman?

Sam Altman é formado em ciências da computação, em Stanford, nos EUA. Começou a empreender aos 19. Ele ajudou a criar o Loopt, uma rede social baseada em localização e foi vendida por US$ 43,4 milhões.

Sua grande atuação no Vale do Silício foi como presidente do Y Combinator, posto que assumiu em 2014,. Lá, trabalhava na aceleração de startups, oferecendo investimento e mentoria para essas empresas em estágio inicial.

Airbnb, Twitch e Zoom são algumas das empresas que foram aceleradas pelo Y Combinator.

Em 2019, Altman deixou o Y Combinator para se tornar presidente da OpenAI.

OpenAI foi criada em 2015 por nomes como Elon Musk, Reid Hoffman (criador do Linkedin), entre outros figurões do Vale do Silício (o que inclui o próprio Sam Altman) e pesquisadores, para desenvolver uma inteligência artificial "segura e benéfica".

Fora do meio tecnológico, a notoriedade de Altman começou a aparecer com o lançamento do ChatGPT para o grande público em novembro de 2022.

Isso fez com que Altman saísse pelo mundo para falar da influência da inteligência artificial nas diferentes áreas e pedindo a criação de uma regulação sobre o tema. O executivo veio, inclusive, ao Brasil.

Continua após a publicidade

Em diversas ocasiões, o CEO da OpenAI já disse ser a favor de uma renda universal básica. O assunto é visto como uma forma de prover sustento para pessoas que eventualmente perderem o emprego para funções automatizadas ou realizadas por inteligência artificial.

Demitido e readmitido pela OpenAI

Em 17 de novembro, o conselho diretivo da OpenAI demitiu Sam Altman sem explicar a razão. Posteriormente, chegou-se a cogitar que o executivo estava querendo apressar o desenvolvimento de uma inteligência artificial, sem pensar em consequências.

Em 29 de novembro, Altman volta ao comando da OpenAI após grande discussão entre acionistas e comoção de funcionários.

Poucos altos executivos de empresas de tecnologia podem dizer que foram demitidos e tiveram uma volta triunfal.

Fora Altman, há o exemplo do cofundador da Apple Steve Jobs. Foi demitido em 1985 e voltou em 1997. Sob seu comando, a empresa criou o iPhone, um dos produtos mais icônicos da companhia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes