PUBLICIDADE
Topo

Áudio espacial o quê? Entenda tecnologia adotada pela Apple em músicas

Novos recursos de áudio para assinantes do Apple Music - Divulgação
Novos recursos de áudio para assinantes do Apple Music Imagem: Divulgação

Rosália Vasconcelos

Colaboração para Tilt

21/07/2021 04h00

Uma das novidades apresentadas pela Apple neste ano foi a tecnologia de áudio espacial oferecida no Apple Music, serviço de música por streaming da empresa, que começou a funcionar em junho. Mas o que ela faz exatamente? Qual a diferença entre um áudio padrão e ele?

Tudo se resume a tornar a experiência sonora mais imersiva e de alta qualidade. O áudio espacial já funcionava nos fones de ouvido AirPods Max e AirPods Pro, mas era somente para conteúdos em vídeo.

No Brasil, a cantora Luísa Sonza lançou na semana passada um álbum com suporte à tecnologia no Apple Music, por exemplo. Artistas como Ariana Grande, Maroon 5 e The Weeknd estão nas listas de reprodução de música compatível na plataforma.

O que é o áudio espacial da Apple?

Imagine, por exemplo, assistir a um show ao vivo com os instrumentos posicionados em diferentes pontos do ambiente, tornando a experiência mais envolvente. Essa é a promessa do áudio espacial ao oferecer o som distribuído em 360 graus onde a pessoa ouvinte é o centro do processo.

Ele é um recurso projetado para trazer efeitos de altura e background (música de fundo), oferecendo experiências "espacializadas" de som, com nitidez multidimensional. E o resultado não fica só com músicas e podcast. Assistir a filmes ou séries de ação pode ser bem interessante com a tecnologia.

No caso da Apple, ela conta com uma coleção de formatos surround (padrão de áudio de som imersivo) 3D que incluem o Dolby Atmos (tecnologia de áudio usada nas salas de cinema) para dar essa imersão.

"Ouvir uma música em Dolby Atmos é como mágica. A música vem de tudo ao seu redor e soa incrível", disse Oliver Schusser, vice-presidente da Apple Music e Beats, em um comunicado divulgado no site da empresa.

"Milhares de faixas estão disponíveis em áudio espacial com Dolby Atmos, mas novas faixas serão adicionadas regularmente", destaca a Apple sobre o serviço de música.

Chamadas de vídeo da empresa também vão contar com o áudio espacial no iOS15, nova versão do sistema operacional do iPhone. A proposta é fazer as vozes dos participantes "saírem da tela" em dispositivos Apple com suporte à tecnologia.

Áudio espacial nos AirPods com o iPhone

  • Coloque os fones de ouvido compatíveis e acesse Ajustes > Bluetooth.
  • Na lista de dispositivos, toque em botão Ações Disponíveis ao lado do nome do fone de ouvido
  • Toque em "Veja e Ouça Como Funciona"
  • O áudio espacial pode ser ativado ou desativado diretamente na Central de Controle quando você estiver assistindo a um programa ou filme, por exemplo

Música que acompanha o movimento da sua cabeça

O áudio espacial da Apple também funciona com um recurso a mais que é o rastreamento dinâmico da cabeça. Ou seja, ele faz o som se ajustar à medida que a pessoa vira o rosto, por meio do acelerômetro dos fones de ouvido (no caso, os modelos que possuem o recurso. Ex: AirPods Max e AirPods Pro). É como se a música estivesse vindo do ambiente inteiro.

"O rastreamento dinâmico de cabeça faz com que o som pareça vir do iPhone, mesmo ao mover a cabeça. Se você desativar o rastreamento dinâmico de cabeça, o áudio soará com se estivesse seguindo o movimento da cabeça", explica a Apple em sua página de suporte.

Desative o rastreamento dinâmico de cabeça

  • Acesse Ajustes > Acessibilidade > Fones de Ouvido.
  • Toque no nome dos fones de ouvido e desative Seguir iPhone.

Funciona com qualquer fone de ouvido?

Segundo a Apple, por padrão o áudio espacial suportado no Apple Music funciona automaticamente com toda a linha AirPods (AirPods, AirPods Pro e AirPods Max) e dos fones Beats com processador H1 ou W1 (BeatsX, Beats Solo3, Beats Studio3, Powerbeats3, Beats Flex, Powerbeats Pro e Beats Solo Pro).

Fones de outras marcas também funcionam, mas é preciso ter suporte a Dolby Atmos. Em alguns casos, será preciso configurar para que o som saia com essa camada mais imersiva.

Por enquanto, o Apple Music com áudio espacial também funciona na Apple TV 4K (2017 e 2021) e nos alto-falantes integrados dos mais recentes iPhone, iPad e Mac (com processador M1). Porém, se você quiser experimentar a tecnologia com filmes e séries a partir de um dispositivo Apple, vai rolar somente se tiver o AirPods Pro e Max ou com os modelos abaixo:

  • iPhone 7 ou posterior
  • iPad Pro de 12,9 polegadas 3ª geração ou posterior
  • iPad Pro de 11 polegadas
  • iPad 6ª geração ou posterior
  • iPad Air 3ª geração
  • iPad mini 5ª geração.

Sistema operacional precisa estar atualizado

Para rodar com o áudio espacial, os aparelhos devem ter instalados os sistemas operacionais mais atuais da Apple, como o iOS e iPadOS a partir da versão 14.6. No caso dos computadores, é preciso ter o macOS Big Sur 11.4 (modelo 2018 e posterior).

Se o seu fone de ouvido não oferecer suporte à reprodução automática no formato do áudio espacial, vá nas configurações e encontre a opção "Dolby Atmos". Certifique-se de que ele esteja definido como "sempre ativado" para tudo funcionar corretamente.

O recurso já tinha aparecido nos AirPods Pro, em 2020, mas só agora será possível dimensioná-la em experiência musical.