PUBLICIDADE
Topo

Fundador do Twitter coloca primeiro tuíte à venda via NFT; o que é isso?

Jack Dorsey é cofundador e atual CEO do Twitter - Divulgação
Jack Dorsey é cofundador e atual CEO do Twitter Imagem: Divulgação

Guilherme Tagiaroli

De Tilt, em São Paulo

07/03/2021 16h14

Sem tempo, irmão

  • NFT é uma espécie de contrato registrado em blockchain
  • Modalidade é usada para venda de itens digitais únicos, como o primeiro tuíte
  • Lances da NBA também estão sendo comercializados via NFT

O diretor-executivo e cofundador do Twitter, Jack Dorsey, colocou à venda seu primeiro tuíte postado na rede social na sexta-feira (5), e a maior oferta recebida até agora chega a US$ 2 milhões (mais de R$ 11 milhões), o que é um sinal sobre o apetite por essas peças virtuais.

"Estou criando minha conta Twttr", tuitou o fundador da plataforma em 21 de março de 2006.

O curioso disso é a forma de comercialização que é feita por algo chamado NFT (Non-fungible token, ou token não fungível). Um item fungível pode ser trocado por outro igual. Por exemplo, uma cédula de R$ 100 pode ser trocada por outra de mesmo valor. Um item não fungível é algo único, cujo valor não pode ser substituído por outro. Exemplos: objetos raros e obras de arte.

Na prática, o NFT é uma espécie de contrato inteligente registrado em blockchain ("uma espécie de livro de registros virtual"). Assim, o dono da raridade oficializa que é dono do item e consegue vender o "direito" dele para outra pessoa. E o que é digno de um NFT? Geralmente, um item digital único, digno de coleção, como o primeiro tuíte já feito.

Na sexta-feira, Dorsey postou um link para a rede social no site "Valuables", uma plataforma de NFT de compra e venda de tuítes. A maior oferta foi feita neste sábado (6), de US$ 2 milhões, é de Justin Sun, fundador da TRON, uma plataforma de blockchain, a principal tecnologia usada para criptomoedas, e dono do site de streaming BitTorrent.

"O criador de um tuíte decide se deseja emití-lo no blockchain para criar uma versão autenticada exclusiva", explica o site de leilão de tweets.

Comprar um tuíte significa adquirir "um certificado digital do tweet, único, porque foi assinado e verificado pelo criador", explica a empresa em sua página de perguntas e respostas.

O tuíte de Dorsey permanece visível para todos, desde que o próprio autor ou o Twitter o mantenham online.

Outros itens NFT

Além do tuíte, há outros bens digitais únicos sendo comercializados via NFT. A banda de rock King of Leons anunciou que venderá itens, como "Golden tickets", com experiências exclusivas para fãs da banda, como presença na primeira fileira nos shows que eles escolherem.

Outros itens que estão sendo comercializados via NFT são sequências de vídeos de jogos de basquete. Um vídeo de dez segundos do astro da NBA Lebron James já foi vendido em fevereiro por US$ 208 mil no Top Shot para um grupo de investidores.

Lançado no início de outubro pela Dapper Labs em associação com a NBA, Top Shot permite comprar e vender esses videoclipes, chamados de "momentos", a preços que variam de acordo com sua raridade.

Desde o início do ano, o Top Shot gerou mais de US$ 200 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão) em transações, de acordo com um porta-voz da Dapper Labs. (Com AFP)