PUBLICIDADE
Topo

Superpotente, celular gamer da Motorola tem 2 baterias e câmera pop-up

Lenovo Legion Phone Duel - Lucas Carvalho/Tilt
Lenovo Legion Phone Duel Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Lucas Carvalho

De Tilt, em São Paulo

24/02/2021 09h00

Sem tempo, irmão

  • Novo celular é vendido e fabricado pela Motorola, mas leva a marca da sua proprietária, a Lenovo
  • Aparelho vem com duas baterias e duas entradas para carregador
  • Câmera frontal fica numa gaveta na lateral, ejetada quando o usuário quiser fazer streaming
  • Preço de lançamento é R$ 7.199

A categoria de celulares gamers acaba de ganhar um novo competidor no Brasil. Trata-se do Legion Phone Duel, um aparelho projetado pela Lenovo e vendido por sua principal subsidiária, a Motorola, no Brasil. O preço de lançamento é de R$ 7.199 e ele vem em duas cores: azul ou vermelho.

O aparelho, além de super potente para rodar os jogos mais pesados e exigentes do Android, vem também com uma série de modificações de design para facilitar a vida de quem joga competitivamente, como duas baterias e uma câmera pop-up na lateral.

A Lenovo, que é dona da Motorola desde 2014, projetou o novo modelo no exterior com a consultoria de jogadores profissionais de games para celular. No Brasil, ele chega para competir com o ROG Phone, da Asus.

Estimativas mostram que o mercado de jogos deve movimentar US$ 256 bilhões até 2025, e a participação dos jogos de celular deve crescer para 24% do total, segundo dados da consultoria americana Mordor Intelligence.

Uma olhada mais de perto no Legion Phone Duel

Não é só o nome desse celular que assusta pelo tamanho. Quando recebi a enorme caixa da unidade de teste que a Motorola emprestou para Tilt, o susto foi igual. Mas a experiência de "desencaixotar" o celular é bem pensada e divertida, com um som que mistura espadas e motores de carros tocando toda vez que eu abro a embalagem.

Caixa do Legion Phone - Lucas Carvalho/Tilt - Lucas Carvalho/Tilt
Caixa do Legion Phone
Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Tirando o celular dali, dá para ver que ele é mesmo um monstro. Pesando 239 gramas, é bem mais grosso e pesado do que um aparelho comum, como um Moto G. A explicação está no design interior, cheio de bugigangas para dar mais conforto e mais poder de fogo aos gamers.

Começando pela já citada bateria dupla: são duas células de 2.500 mAh cada que operam juntas, como se fossem uma só de 5.000 mAh. Ou seja, elas perdem carga ao mesmo tempo e recarregam ao mesmo tempo. Para recarregá-las, o Legion Phone Duel vem com nada menos que duas entradas para cabo USB-C.

Você pode usar as duas entradas ao mesmo tempo e carregar seu celular com dois carregadores simultaneamente se quiser — na caixa há dois cabos, mas só um adaptador de parede de 45W. A Motorola garante que o aparelho vem com sistema de resfriamento e espaço para dissipar o calor.

Lenovo Legion Phone Duel - Lucas Carvalho/Tilt - Lucas Carvalho/Tilt
Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Se você usar dois carregadores de 45W, por exemplo, o celular pode ir de 0% a 100% em apenas 30 minutos, segundo a fabricante. No nosso teste, a recarga foi feita, de fato, muito rapidamente, mas é preciso também lembrar que o impacto na conta de luz pode ser um pouco maior que o normal. Aguarde nosso review completo para saber qual é a da bateria de verdade.

A ideia, de acordo com a Motorola, é que você possa recarregar seu celular enquanto joga. Por isso há uma entrada para carregador na parte inferior e outra na lateral, que fica livre quando você está jogando com a tela na horizontal.

A saída de som também foi pensada especificamente para quem tiver que usar o Legion Phone o tempo todo na horizontal. São dois alto-falantes, um em cada canto do smartphone, direcionados para frente, de modo que a sua mão não cubra o áudio quando estiver jogando. Posso atestar que o som é potente.

Por outro lado, o Legion Phone Duel não vem com entrada dedicada a fones de ouvido. Você pode usá-lo com fones Bluetooth ou com fone de conexão USB-C, mas o acessório não vem na caixa. Em seu site oficial, a Motorola não vende fones USB-C, mas vende fones sem fio por R$ 331.

A tela, por sua vez, é um painel Amoled de 6,65 polegadas (16,8 centímetros de um canto a outro na diagonal) de resolução Full HD+ (1.080 x 2.340 pixels). Não é a mais brilhante nem tem a maior resolução, como o super poderoso e caro Galaxy S21 Ultra, da Samsung, mas compensa em outros fatores.

O visor possui taxa de atualização de até 144 Hz. Isto significa que a imagem é atualizada 144 vezes por segundo, garantindo animações mais rápidas em jogos e até rolando a página de uma rede social, mas arrancando um bom pedaço da bateria.

Você pode deixar essa taxa de atualização mais alta o tempo todo ou programar o celular para mantê-la em patamares mais econômicos quando não estiver jogando. Você pode optar por deixá-la, por padrão, em 60 Hz, 90 Hz ou 120 Hz.

O corpo do smartphone, como um todo, é bem chamativo. Testei a versão vermelha, cuja pintura na traseira reflete as cores do arco-íris dependendo do seu ângulo de visão. É meio incômodo de usar com uma mão só, mas é confortável para jogar Free Fire e Asphalt 9, por exemplo.

Área sensível ao toque nas laterais do Legion Phone Duel permite customizar comandos em alguns jogos - Lucas Carvalho/Tilt - Lucas Carvalho/Tilt
Área sensível ao toque nas laterais do Legion Phone Duel permite customizar comandos em alguns jogos
Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Há ainda, nas laterais, sensores de toque que servem como atalhos para alguns jogos que usam dois comandos básicos. No Free Fire, por exemplo, você pode tocar no lado direito para atirar. Em games de corrida, pode usar o lado esquerdo para acelerar. Nem todo jogo tem suporte, mas vale a pena experimentar.

Todo o sistema do celular também foi pensado para games. Ao ligar o Legion Phone pela primeira vez, você pode escolher entre usar a ZUI, que é a interface básica desenhada pela Lenovo, ou o Legion OS, uma interface toda estilizada, até nos ícone dos apps, com uma cara meio metálica. Do jeito que gamer gosta.

Interface do Android usada no Legion Phone Duel - Reprodução - Reprodução
Interface do Android usada no Legion Phone Duel
Imagem: Reprodução

Sobre o desempenho, não há do que reclamar. O processador Snapdragon 865 Plus, da Qualcomm, não é o mais potente do mercado atualmente, mas é recente e ainda dá conta do recado. Acompanham o chip 12 GB de memória RAM que nunca deixam o aparelho travar, e 256 GB de armazenamento interno, sem suporte a cartão de memória.

Por fim, precisamos falar sobre as câmeras do Legion Phone Duel. Ao contrário de um celular comum, em que elas têm a simples função de tirar fotos para redes sociais ou para guardar de lembrança, aqui a função das câmeras é outra: fazer transmissões ao vivo.

Pensando nisso, a Lenovo e a Motorola colocaram a câmera frontal de 20 MP em uma pequena gaveta pop-up localizada na lateral do celular. Assim, quando você está jogando e fazendo streaming do seu game, pode segurar o aparelho na horizontal com as duas mãos sem obstruir a saída da câmera.

Câmera pop-up do Legion Phone Duel - Lucas Carvalho/Tilt - Lucas Carvalho/Tilt
Câmera frontal pop-up do Legion Phone Duel
Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Aliás, a gaveta da câmera frontal substitui o tradicional furinho na tela que ficou comum em celulares da Motorola. No Legion Phone, não há qualquer furo ou entalhe na tela, que fica 100% livre para o seu jogo.

Na parte traseira o Legion Phone ainda vem com duas câmeras: uma principal de 64 MP e outra de 16 MP com lente híbrida, que pode ser usada como ultra-angular, capturando mais conteúdo numa mesma imagem (ideal para fotos de grupos de pessoas), e também como macro, mantendo o foco ao fotografar objetos bem de pertinho, quase como uma lupa.

A qualidade das fotos e vídeos feitos pelo Legion Phone é satisfatória. Nada impressionante como um iPhone 12 ou um Galaxy S21, mas superior à de um básico Moto G. Só lembre de mexer nas configurações para desativar aquela desnecessária e irritante marca d'água com o nome do celular que aparece em toda foto.

Para quem quiser streamar com o Legion Phone Duel, é importante destacar que ele grava vídeos em resolução 4K e 30 quadros por segundo. Nada de 8K e 60 fps como outros modelos mais parrudos do mercado, mas de bom tamanho para reproduzir na internet.

Lenovo Legion Phone Duel: ficha técnica

  • Tela: 6,65 polegadas; Amoled; Full HD+; 144 Hz
  • Processador: Snapdragon 865 Plus (3,09 GHz; octa-core)
  • Memória RAM: 12 GB
  • Armazenamento: 256 GB (sem espaço para cartão de memória)
  • Câmera traseira: 64 MP (principal) + 16 MP (ultra-wide e macro)
  • Câmera frontal: 20 MP
  • Bateria: 5.000 mAh (divida em duas células de 2.500 mAh cada)
  • Preço: R$ 7.199
  • Cores: vermelho ou azul